Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Estelionato

Empresário usava funcionário para aplicar 'golpe da arara'

Redação Bonde com Polícia Civil
21 jul 2014 às 18:46
- Polícia Civil/Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Investigadores da 15ª Subdivisão Policial de Cascavel cumpriram cinco mandados de busca e apreensão na manhã desta segunda-feira (21), frutos de uma investigação de fraude comandada por um microempresário.

De acordo com a Polícia Civil, o empresário usou documentos pessoais de um funcionário para constituir outra pessoa jurídica (empresa de fachada), abrindo conta bancária e comprando de fornecedores, no golpe conhecido como "arara".

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Durante o mandado de busca, foram apreendidos talões de notas fiscais, canhotos de cheques já emitidos e comprovantes de empréstimo. Apesar de grande parte dos cheques serem pré-datados, a conta já estava encerrada.

Leia mais:

Imagem de destaque
Veio do Paraguai

FAB intercepta aeronave com cocaína em Londrina; piloto é preso no interior de SP

Imagem de destaque
Entenda

Prefeitura de Cambé libera cruzamento da rua Presidente Nilo Peçanha com a PR-445

Imagem de destaque
Norte do PR

Após reforma, DER-PR libera ponte do Rio Vermelho, entre Porecatu e Alvorada do Sul

Imagem de destaque
17.958 vagas no Paraná

Agências do Trabalhador do Paraná têm 1.759 vagas disponíveis em Londrina e região


O funcionário que teve os documentos usados também será investigado. "Descobrimos que ele receberia um montante a mais no salário por ter emprestado os documentos", explica o delegado Ademair Braga Junior.

A expectativa da Polícia Civil é de que outras vítimas do golpe apareçam na delegacia para registrar queixa.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade