Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Fiscalização será prioridade

Operação da PRF combate ultrapassagem indevida

Maigue Gueths - Redação Bonde
15 jun 2012 às 10:52
- Marcos Zanutto/FL
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Começa nesta sexta-feira (15) em todo o Paraná, a Operação Ultrapassagem Segura da Polícia Rodoviária Federal. A Operação, que terá duração de um mês, tem a finalidade de combater as ultrapassagens proibidas, que podem causar acidentes com mortes e feridos graves, principalmente os acidentes conhecidos como "colisão frontal".

A PRF lança a operação logo após o feriado de Corpus Christi, quando o Paraná registrou a maior quantidade de mortes em estradas federais do Paísa. Foram 18 vítimas, o dobro do feriado do ano passado, quando morreram nove pessoas. Outra ocorrência que pesou na decisão de lançar a operação foi o acidente entre um caminhão e uma van, que deixou 15 mortos na última segunda-feira na BR-277.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Conforme os dados da PRF, no último feriado, dos 14 acidentes com mortes nas BRs que cortam o Estado, seis foram colisões frontais, que normalmente são causadas pelas ultrapassagens proibidas ou mal calculadas. ''Este tipo de ocorrência é de grande gravidade mesmo que os veículos estejam dentro da velocidade permitida na via, pois em sentido contrário, as forças dos carros são somadas no momento da colisão'', explicou o chefe da Seção de Policiamento e Fiscalização da PRF no Paraná, Ricardo Schneider.

Leia mais:

Imagem de destaque
No HV da Unifil

Transfusão sanguínea inédita e cirurgias salvam lobo-guará resgatado em Jacarezinho

Imagem de destaque
Homicídio com dolo eventual

Motorista embriagado que matou ciclista na região de Maringá é denunciado pelo MP por homicídio

Imagem de destaque
Resultados positivos

Volume de vendas do comércio no Paraná cresce 4,5% em 2024

Imagem de destaque
Ney esteve em Maringá

Quem é Kleber Barbão, de Maringá, novo fisioterapeuta de Neymar que tratou Falcão


De janeiro a abril deste ano, das 287 mortes em acidentes de trânsito nas rodovias federais, cerca de 37% foram colisões frontais. As ultrapassagens indevidas, assim como o excesso de velocidade, são duas das maiores causas de acidentes com mortes neste mesmo período.

Publicidade


''Estas ocorrências não acontecem por problemas estruturais das rodovias, mas em trechos com boas condições, onde o motorista consegue atingir maior velocidade. A maioria dos acidentes graves é causada por imprudência, ou seja, atitudes inadequadas dos motoristas. A operação da PRF quer justamente coibir essas atitudes'', destacou.


Segundo o inspetor, mesmo após a operação, o combate às ultrapassagens proibidas será prioridade na fiscalização de trânsito realizada pela PRF no Paraná, e será feita de forma contínua, durante todo o ano. A idéia e avaliar os resultados da operação para aprimorar uma ação nesse sentido.

''Mesmo que a ultrapassagem esteja sendo feita em local permitido, o condutor deve ter a certeza que está fazendo a manobra sem colocar em risco a sua vida e dos demais usuários das rodovias'', completou Schneider. Entretanto, destaca, as demais infrações também serão observadas no período, como excesso de velocidade, embriaguez ao volante, entre outras.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade