Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Início das obras

Pista da 445 em Tamarana será bloqueada a partir de segunda para obras de viaduto

Reportagem local
27 mar 2024 às 20:02
- DER/PR
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O DER/PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná) informa que o tráfego de veículos na rotatória de acesso para Tamarana (Região Metropolitana de Londrina), km 25 da rodovia PR-445, será alterado a partir de segunda-feira (1º), às 9h, para início das obras de implantação de um viaduto no local.


A pista central será bloqueada na rotatória, com o tráfego de veículos sendo totalmente desviado para a rotatória. O trecho contará com extensa sinalização provisória alertando e orientando os usuários quanto às mudanças.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Com isso, serão iniciados os serviços de terraplenagem e implantação de dispositivos de drenagem, seguidos pelo cravamento de estacas e concretagem de blocos de fundação da infraestrutura do viaduto, e depois a construção dos pilares da mesoestrutura.

Leia mais:

Imagem de destaque
Gripe, Covid-19 e dengue

Cambé promove mais um Dia D de vacinação neste sábado

Imagem de destaque
Saiba como denunciar

PR reforça os canais para denúncias de violência contra crianças e adolescentes

Imagem de destaque
Nova resolução

Detran-PR suspende aplicação de multa automática por não realização de exame toxicológico

Imagem de destaque
Força-tarefa

Paraná vai mandar novos bombeiros com cães de busca e resgate para o RS


Esta interseção em desnível prevê rebaixamento da pista central e acesso ao município por meio de uma passagem superior, com marginais em ambos os lados da pista.

Publicidade


DUPLICAÇÃO


O novo viaduto de Tamarana é parte da obra de duplicação da PR-445 entre Mauá da Serra, no Vale do Ivaí, até o Distrito de Lerroville, em Londrina.

Publicidade


Ela tem extensão de 27,07 quilômetros, prevendo uma pista nova com duas faixas de rolamento de 3,60 m cada, em sentido único, e acostamento externo de 2,50 m, separada da pista atual por um canteiro central e faixa de segurança. Onde não será possível o canteiro, as pistas serão separadas por barreira rígida de concreto New Jersey, com faixa de segurança interna em cada lado.


A obra inclui ainda novas pontes sobre o Rio Apucaraninha e Rio Santa Cruz, retornos em nível, e correção da geometria em curvas consideradas críticas. O investimento até o momento foi de R$ 54.889.766,17.


(Com informações da Agência Estadual de Notícias)

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade