Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
No estacionamento

Presos acusados de balear casal no Carrefour

Redação Bonde
05 jan 2011 às 16:56
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Policiais da delegacia de Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, ouviram na manhã quarta-feira (5), os dois suspeitos de balear o casal Marco Antônio Moro Junior, 28 anos, e Jim Chang, 19. As vítimas foram atacadas na segunda-feira (3), no estacionamento do Carrefour. O motivo teria sido uma briga entre torcidas de times de futebol da capital.

Segundo a polícia, os disparos contra o casal, torcedores do Coritiba, vieram da arma de Gerson Ferreira de Lima, 19, torcedor do Atlético Paranaense. As investigações levaram até Lima e seu amigo Wellington Bandera, também de 19 anos, que estava junto na hora do crime. De acordo com as investigações, seis meses antes, Lima teria sido agredido por Moro Júnior e outros torcedores.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


Lima e Bandera, com a repercussão do caso, resolveram se apresentar à polícia. Em seu depoimento, Lima confessou os disparos, mas disse que só cometeu o crime devido a ameaças de Moro Júnior. Contou também onde estava a arma, comprada por R$ 900,00.

Leia mais:

Imagem de destaque
Jorge Guaranho

Justiça nega pedido de prisão domiciliar de bolsonarista que matou petista no Paraná

Imagem de destaque
Por mais de 10 quilômetros

Departamento de Estradas de Rodagem abre edital para obra da duplicação da rodovia entre Arapongas e Sabáudia

Imagem de destaque
Danos

IAT aplica R$ 40,2 milhões em multas por danos ambientais no 1º trimestre de 2024

Imagem de destaque
Assista ao vídeo

FAB intercepta aeronave com cocaína em Londrina; piloto é preso no interior de SP

O delegado Fábio Amaro explicou que, como se apresentaram espontaneamente, auxiliaram nas investigações, não estão em situação de flagrante, nem possuem antecedentes criminais, Lima e Bandera foram interrogados e responderão pelo crime em liberdade. "Isso não significa que não serão responsabilizados, uma vez que, indiciados por tentativa de duplo homicídio qualificado, poderão ser condenados de 8 a 20 anos de reclusão" (com AEN).


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade