Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Em Curitiba

Procon-PR e MP propõem ação contra estacionamentos

Redação Bonde com AEN
24 out 2012 às 11:48
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Procon-PR, departamento vinculado à Secretaria de Estado da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, e o Ministério Público do Estado do Paraná (MP-PR) protocolaram, na Justiça estadual, ação civil pública contra os estacionamentos de Curitiba. O motivo é o descumprimento da Lei 16.785/2011, que estabelece a cobrança proporcional ao tempo efetivamente usado pelos serviços.

De acordo com a diretora do Procon-PR, Claudia Silvano, a atitude foi tomada em razão da constatação de que os estacionamentos estão cobrando valores indevidos dos consumidores.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A legislação estadual determina que para a primeira hora de estadia, a fração para o cálculo do valor do serviço não deverá ultrapassar 30 minutos.

Leia mais:

Imagem de destaque
17.958 vagas no Paraná

Agências do Trabalhador do Paraná têm 1.759 vagas disponíveis em Londrina e região

Imagem de destaque
Maringá-Londrina

Vinicius, do BBB 24, sofre acidente e ajuda a tirar vítimas das ferragens na PR-444 em Arapongas

Imagem de destaque
Evento aconteceu no Paraná

Workshop estrutura diretrizes para integração entre agricultura e abelhas

Imagem de destaque
Durante uma chuva torrencial

Motorista de caminhonete morre após colisão com ônibus na PR-444, em Arapongas


No entanto, após a primeira hora, o consumidor deverá pagar apenas o valor correspondente ao tempo efetivamente usado. Se o veículo permanecer no estacionamento por 1h10, deverá pagar pelos 70 minutos efetivamente usados.


A ação foi proposta contra vários estacionamentos da cidade, e inclui os maiores shoppings centers da capital.

O Procon-PR e o Ministério Público orientam que o consumidor peça nota fiscal aos estacionamentos, especificando data, valor da hora, valor cobrado e tempo de permanência no estabelecimento.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade