01/06/20
25º/10ºLONDRINA
PUBLICIDADE
|
Faça sua parte

Quarentena aumenta volume de lixo e exige cuidado com descarte

O isolamento social e a prática do trabalho em casa têm elevado significativamente o volume de lixo doméstico produzidos nas residências. A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo alerta a população para que reforcem os cuidados com o descarte de resíduos gerados diariamente em casa durante o período de quarentena.

AEN-PR
AEN-PR


De acordo com o secretário Márcio Nunes, algumas atitudes simples podem garantir a segurança dos coletores na hora de recolher esses resíduos.

"Armazenamento do lixo em embalagens mais resistentes, ou uso de dois sacos, e o preenchimento de apenas 2/3 da capacidade do saco para evitar rompimentos, devem fazer parte da rotina doméstica das pessoas nesse período”, orienta Nunes. "Essas atitudes reduzem o risco de contaminação de doenças, principalmente, a disseminação do coronavírus, dos trabalhadores durante o manuseio e armazenamento”, afirma o secretário, que é presidente do R-20, grupo com representantes dos 399 municípios que trata de ações de logística reversa.

O secretário ainda ressalta a necessidade de cuidar de quem continua trabalhando pela população: "Como tratamos o nosso lixo é muito importante para não colocarmos em risco a vida de mais paranaenses. Se cada um fizer sua parte, estaremos todos protegidos”.

Aumento - A Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo estima que a produção do lixo residencial dobrou nas últimas semanas. Segundo o engenheiro e coordenador de Projetos Sustentáveis, Charles Carneiro, os restaurantes e comércio em geral pararam de funcionar, mas as pessoas estão produzindo mais lixo em casa. Parece ser uma transferência simples de local. Porém, a situação é mais complexa.

"O agravante é que esses setores compram no atacado e a aquisição da sociedade civil é no varejo. As pessoas em casa geram muito mais material de acondicionamento de produtos, assim como sobras e aquilo que não é aproveitável, aumentando o volume”, explica Carneiro.

Outros aspectos, como mudanças de hábitos, excesso de estoque e maior interrupção no trabalho, também elevam a produção diária de lixo.

Aterros - Ainda com o objetivo de preservar a saúde da categoria, a Secretaria está possibilitando que as associações de catadores e municípios, caso tenham interesse, possam descartar material reciclável diretamente nos aterros sanitários, temporariamente, para reduzir o risco dos trabalhadores. A comunicação foi feita no último dia 19, por meio do Ofício 091/2020.
AEN - PR
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Conteúdo relacionado:
Covid-19
Pandemia afeta estudantes londrinenses que estão fora do Brasil
Desrespeito ao decreto
Prefeitura vai multar e lacrar estabelecimento flagrado em funcionamento
Xô espinhas
Batida de morango que deixa a pele mais lisa, suave e hidratada!
Continue lendo
Evolução da Covid-19
Londrina sobe para 413 casos de Covid-19 nesse domingo
31/05/2020 20:53
4.687 pacientes infectados
Paraná tem 214 casos da Covid-19 e mais um óbito
31/05/2020 17:34
Em Londrina segue restrito
Agências do Sine reabrem nesta segunda-feira
31/05/2020 17:13
Ato pacífico
Corintianos fazem manifestação pela democracia no centro de Londrina
31/05/2020 16:40
Com tochas e máscaras
Grupo armado pró-Bolsonaro protesta em frente ao STF
31/05/2020 15:56
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados