Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Indícios de crueldade

Quatro são denunciados por manter abatedouros irregulares

Redação Bonde com MP
23 out 2009 às 21:26
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Promotoria de Justiça de Iretama protocolou nesta semana denúncia-crime contra quatro pessoas, proprietários e gerentes de dois abatedouros que funcionavam irregularmente nas cidades de Iretama e Roncador.

Eles foram acusados de preparar e guardar carnes e derivados com infração às normas sanitárias; crueldade contra os animais (pelo emprego de métodos proibidos no abate, como marreta e lança); e crime contra o meio ambiente (por atuar sem licença ambiental e com lagoas de tratamento de resíduos em más condições).

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


Os representantes de um dos abatedouros foram denunciados ainda por emprego fraudulento de carimbo da Vigilância Sanitária Municipal, visto que um funcionário do estabelecimento foi flagrado pelo Ministério Público, e por fiscal requisitado da Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento, carimbando as carnes como se tivessem sido inspecionadas por técnico veterinário.

Leia mais:

Imagem de destaque
Placas 5 e 6 nesta terça

Vence nesta quarta a última parcela do IPVA 2024 para veículos com final de placa 7 e 8

Imagem de destaque
Tempo indeterminado

Greve na Renault do Paraná paralisa a produção de 7.200 carros

Imagem de destaque
Tratamento e recuperação

Animais feridos recuperados pela Itaipu serão devolvidos à natureza

Imagem de destaque
Oportunidade

Cambé abre inscrições para curso gratuito de boas práticas na manipulação de alimentos

Em 24 de julho deste ano, a Promotoria já havia entrado com ação na Justiça para a interdição dos dois abatedouros. Foi assinado um termo de ajustamento de conduta para a correção das irregularidades e futura retomada das atividades de abate, após as correções sanitárias e ambientais


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade