Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade

Requião quer retomar a Ferroeste

Redação - Bonde
16 jan 2004 às 09:13
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O governador Roberto Requião (PMDB) não aceita negociações com a Ferrovia Paraná S/A (Ferropar) e por isso quer que o trecho de 248 quilômetros entre Cascavel e Guarapuava retorne ao poder do Estado.

O governo estadual esperava receber na quinta da Ferropar, que adquiriu a concessão da Ferroeste em 1996, uma parcela de R$ 3,2 milhões. A Ferropar depositou apenas R$ 553 mil e queria rever os valores dos próximos pagamentos.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


Requião, que estava quinta em Brasília, declarou que não aceita as negociações e por isso determinou à Ferroeste que inicie o processo administrativo para retomar a ferrovia. Em janeiro de 2000, durante a gestão de Jaime Lerner (PSB), a empresa renegociou os valores pagos pela concessão.

Leia mais:

Imagem de destaque
Assistência Social

Arapongas: Centro Pop estende atendimento em abrigo emergencial até sábado

Imagem de destaque
Conciliação trabalhista

Acordo encerra ação coletiva de R$ 1,5 milhão sobre troca de uniforme em Jaguapitã

Imagem de destaque
Autora alegou ciúmes

'Queimaduras foram dentro da boca', diz mãe de jovem atacada com soda em Jacarezinho

Imagem de destaque
1.825 vagas em Londrina

Agências do Trabalhador: semana tem 18,8 mil vagas de emprego disponíveis no Paraná

A Ferropar foi a única interessada no leilão da Ferroeste, no qual pagou o preço mínimo (R$ 25,6 milhões). A companhia é um consórcio entre a Gemon Geral de Engenharia e Montagens, FAO Empreendimentos e Participações Ltda., Pound S/A e América Latina Logística (ALL).


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade