Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Caso Giroti

Assaltante preso em Londrina ficará em Catanduvas

Simone Albieri - Bonde
22 nov 2006 às 14:20
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Policia Federal em Curitiba ouve neste momento José Reinaldo Giroti, considerado um dos maiores ladrões de banco do país. Segundo o superintendente da PF no Paraná, Jaber Makul Hanna Saadi, Giroti é o responsável pelas finanças da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). Giroti foi preso em Londrina, nesta terça-feira à noite, depois de cinco anos de investigações.

De acordo com Saadi, ele tem 30 processos criminais, 25 inquéritos policiais, 15 mandados de prisão e estima-se que os roubos de que ele participou cheguem a R$ 100 milhões.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O superintendente informou que a Polícia Federal está providenciando a transferência de Giroti para o presídio de segurança de máxima de Catanduvas (PR), possivelmente ainda nesta quarta-feira (22).

Leia mais:

Imagem de destaque
Estilo 'jogo do tigrinho'

Mulher envolvida na exploração de jogos de azar online é presa em Arapongas

Imagem de destaque
Arma tinha registro

Ladrão invade loja de celular para roubar e dono reage com 5 tiros no Paraná

Imagem de destaque
35% dos veículos atingidos

Suspeito de ter iniciado incêndio no pátio de veículos da Polícia Civil em Londrina é identificado

Imagem de destaque
Homicídio

Homem é morto a tiros nesta sexta-feira em Sertanópolis


Segundo Saadi, Giroti agia muito em conjunto com Marcos Camacho, o Marcola, mas, desde a prisão do suposto chefe do PCC em Presidente Prudente, Giroti passou a expor-se mais.

>> Maiores informações a qualquer momento.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade