Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Em Curitiba

Denarc desmantela quadrilha de tráfico de drogas

Redação Bonde com SESP/PR
11 jun 2012 às 18:34
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Policiais da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) realizaram, na quinta-feira (07), uma operação contra o tráfico de drogas no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Durante a ação, foram presas nove pessoas e apreendidos 16,5 quilos de maconha, 150 gramas de crack, 46 pedras embaladas para venda, 62 gramas de cocaína, um revólver, munições e duas balanças de precisão.

Foram presos Cleverson da Silva Morais, 21 anos, Vagner Ferreira da Silva, 19, Dênis Frank Gomes Dias, 22, Rafael do Nascimento de Souza, 18, Vagner Henrique Souto Gonçalves Zerbato, 23, Antônio Carlos Prohmann Kacszcszuk, 26, João Roberto dos Santos Izidoro, 32, Claudemir Alves da Silva e para Cleverson Guesser, estes com 25 anos.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


As investigações se iniciaram há três meses para identificar o esquema de tráfico da quadrilha, que, segundo informações, era responsável por grande parte da venda de drogas no bairro. A delegada da Denarc, Camila Cecconello, responsável pelas investigações, afirma que a quadrilha também é suspeita de roubos em Curitiba e Região Metropolitana. "Além de manter um esquema bastante cuidadoso e minucioso no processo de distribuição da droga, a quadrilha ainda cometia assaltos visando a obtenção de valores em dinheiro a serem trocados por entorpecentes".

Leia mais:

Imagem de destaque
Apto a deixar Complexo Médico

Após quase 14 meses, acusado de esfaquear influenciadora deve ser transferido para a Casa de Custódia de Londrina

Imagem de destaque
Queda de 50% em Londrina

Paraná tem menor número de homicídios dolosos no 1º semestre em 18 anos

Imagem de destaque
Operação policial

Bingo clandestino funcionava em galpão com placa de aluga-se no centro de Londrina

Imagem de destaque
Soco na boca

Adolescente de 12 anos gasta R$ 2.000 em jogo online e agride a mãe em MG


Cleverson Morais, considerado o chefe da quadrilha, foi preso quando entregava 1,5 quilo de maconha para Vagner da Silva. No veículo do suspeito também foram encontrados 300 gramas de maconha, e, em sua residência, um revólver calibre 38 com numeração raspada, sete munições e uma balança de precisão. Após a prisão de Cleverson, os policiais foram até a residência de Denis, local onde a quadrilha escondia as drogas e onde foram apreendidos 13,7 quilos de maconha, que estavam distribuídos em 15 tabletes.

Publicidade


Em seguida, a casa de Rafael foi revistada, e lá foram localizados 48,7 gramas de crack, 12 gramas de cocaína e 46 pedras de crack embaladas para venda. Ele e Vagner Zerbato foram presos por distribuir parte da droga que Cleverson Morais guardava. Outro suspeito que também revendia parte da droga de Cleverson, Antônio Carlos, foi apreendido com 1 quilo de maconha.


Os policiais também recapturaram João Roberto, que estava em uma das ruas do bairro. Ele é evadido do sistema penitenciário; cumpria pena por tráfico de drogas e havia negociado a venda de 100 gramas de crack e 50 gramas de cocaína para Claudemir e Cleverson Guesser. Os dois suspeitos que iriam comprar a droga são de Palmeira, na região dos Campos Gerais, e de acordo com a polícia, compravam drogas em Curitiba para revender na cidade.


"A prisão dos integrantes da quadrilha faz parte da determinação da Secretaria de Segurança Pública do Paraná para combater de forma eficaz a venda de drogas nos pontos denunciados pela população, visando à repressão tanto do grande, quanto do pequeno traficante que efetua a venda de drogas no varejo, reprimindo de forma integral todos os envolvidos na comercialização de entorpecentes" afirmou a delegada Camila.

Cleverson Morais foi autuado em flagrante pelos crimes de tráfico, associação para o tráfico e porte ilegal de arma. Os demais suspeitos foram autuados por tráfico e associação para o tráfico. Todos foram encaminhados ao Setor de Carceragem Temporária da Denarc, onde aguardam remoção para o Centro de Triagem II, em Piraquara.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade