Pesquisar

Canais

Serviços

O pai de Amanda acredita que a filha não foi levada à força mas que tenha sido enganada pelo suspeito por meio de promessas de presentes - Reprodução
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Empregado do pai

Família suspeita que filha foi raptada por motoboy

Marilayde Costa - Redação Bonde
26 mar 2010 às 11:17
Continua depois da publicidade

Familiares da garota Amanda Rodrigues de Lima, 12 anos, desaparecida desde a madrugada de segunda-feira (22) na cidade de Colombo, na região metropolitana de Curitiba, suspeitam que a menina tenha sido raptada por um funcionário da empresa de lanches do pai da vítima.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

O suspeito aparenta ter 50 anos e trabalhava como motoboy, entregando lanches. Segundo a polícia, ele tem antecedentes criminais por estupro e é acusado de envolvimento com pornografia infantil.

Continua depois da publicidade


De acordo com o pai da Amanda, João Vicente, o sumiço da menina se deu por volta das 0h30 quando a família estava em uma pizzaria de Colombo e a menina pediu para ir ao banheiro e não voltou mais.


Em entrevista ao Bonde, o pai de Amanda afirmou que após cerca de cinco minutos da filha ter ido ao banheiro, estranhou a demora e foi ver, quando chegou no banheiro ela não estava lá. Um funcionário do estabelecimento disse ter visto a menina com um homem de meia idade. "Nós já temos um suspeito. Ele é motoboy e estava trabalhando para mim há quatro meses. No final da tarde de segunda-feira (dia do rapto), ele chegou a ir à minha casa, onde tenho minha lanchonete, mas estava estranho, diferente e nem chegou a trabalhar, indo embora", desabafou Vicente.


O pai acredita que a filha não foi levada à força mas que tenha sido enganada pelo suspeito por meio de promessas de presentes.

Continua depois da publicidade


Na noite de ontem (25), o pai de Amanda teve mais uma pista de que o motoboy é realmente o responsável pelo desaparecimento da filha. Em suas buscas, um proprietário de outra lanchonete de cachorro-quente, nas proximidades de sua residência, revelou que o motoboy esteve na madrugada de segunda-feira acompanhado de uma menina que ficou na moto enquanto ele entrou para comprar lanches e refrigerantes. Segundo relato do pai, o proprietário disse que estranhou a atitude do motoboy porque ele estava cabisbaixo mas acabou achando que a menina era uma sobrinha do cliente.


Na casa do suspeito, cinco motocicletas e outros objetos suspeitos de furto foram encontrados. Uma das motos é relatada como obejto furtado em boletim de ocorrência. A polícia também encontrou na residência uma foto da filha do suspeito seminua. Ela é da mesma faixa etária de Amanda. Conhecidos do suspeito dizem que ele já teria abusado das três filhas e de um sobrinha.


A polícia está fazendo diligências para tentar localizar o suspeito mas até o momento não obteve êxito.

No dia do desaparecimento, Amanda vestia calça jeans, jaqueta de nylon preta e tênis branco.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade