10/12/19
º/º
No Paraná

Gerente comercial confessa ter carbonizado a namorada

A polícia desvendou a morte da jovem Maria Ligia Siqueira, de 30 anos, desaparecida em dezembro de 2010, em São José dos Pinhais (RMC). O principal suspeito, Marcelo Rodrigues Fin, 34, que trabalhava como gerente comercial, foi preso em Campo Grande (MS), onde estava refugiado.

A polícia só divulgou os fatos nesta segunda-feira (28) depois de a identidade da vítima, que foi carbonizada, ter sido confirmada.


De acordo com informações da rádio Banda B, o gerente comercial mantinha um relacionamento conturbado com a jovem, o que teria motivado sua morte no dia 17 de dezembro.

À polícia, Marcelo confessou ter atirado na moça após um desentendimento dentro de sua caminhonete, e depois, levado o corpo para Quatro Barras (também na RMC), onde ateou fogo no cadáver.

A reconstituição do crime deve ocorrer nesta terça (01), com a presença do acusado, que foi indiciado por homicídio triplamente qualificado e, se condenado, pode pegar até 30 anos de prisão. (As informações são da Banda B)
Redação Bonde
comentários
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal