Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Investigação

Homem é preso suspeito de fotografar partes íntimas de jogadoras de vôlei no RJ

Bruna Fantti - Folhapress
23 mai 2024 às 14:04
- pxhere.com/pt/photo/1206027
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira (21) Carlos Eduardo Freire de Brito Filho, suspeito de filmar e fotografar partes íntimas de jogadoras de vôlei durante os jogos da Liga das Nações, que ocorreu entre os dias 14 e 19 de maio, no ginásio do Maracanãzinho, zona norte do Rio de Janeiro.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Vítima fugiu com as filhas

Com tornozeleira eletrônica, marido ameaça esposa e está foragido em Apucarana

Imagem de destaque
Após ser expulso

Homem se irrita, atira em direção à conveniência e deixa dois feridos em Apucarana

Imagem de destaque
Sertaneja e Rolândia

Polícia Rodoviária Estadual apreende quase meia tonelada de maconha no Norte do Paraná

Imagem de destaque
Veículo será periciado

Viatura da Polícia Militar é incendiada em Rolândia e suspeito está foragido

As investigações, realizadas com apoio da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei), apontaram que Carlos Eduardo entrou nos eventos esportivos sem autorização com uma máquina fotográfica semiprofissional.

Publicidade


O material estava equipado com lentes de aumento, utilizadas com objetivo de filmar e fotografar as partes íntimas das atletas durante os jogos, segundo a polícia.


A Folha de S.Paulo não conseguiu localizar sua defesa. Ele ainda não passou por audiência de custódia, e a polícia não informou se já tem advogado constituído.

Publicidade


Segundo a Polícia Civil, uma equipe de inteligência da empresa de vigilância contratada pela confederação desconfiou da ação do homem e avisou as autoridades.


A polícia, então, fez um pedido de busca e apreensão, que foi autorizado pela Justiça. Os agentes então foram até o local no qual o homem estava hospedado. Lá, encontraram os vídeos gravados no Maracanãzinho e também de jogos de vôlei de praia disputados no Recife, onde o suspeito mora.


Ele foi preso pelos crimes de importunação sexual e registro não autorizado da intimidade sexual. "Carlos Eduardo foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça", afirmou a polícia.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade