Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Feminicídio

Jovem de 18 anos é morta com um tiro pelo namorado em Arapongas

Redação Bonde
27 nov 2023 às 08:30
- Agência Brasil
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Uma jovem de 18 anos foi morta na madrugada desta segunda-feira (27), em Arapongas (Região Metropolitana de Londrina), com um tiro supostamente disparado pelo namorado.


De acordo com informações da PMPR (Polícia Militar do Paraná), uma equipe da 7ª CIPM (Companhia Independente de Polícia Militar) foi acionada via 190 por uma mulher que alegou que sua prima havia sido baleada.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


No local, os policiais encontraram a denunciante na calçada, em frente à residência, e a mulher confirmou a história que havia contado pelo telefone. Além disso, afirmou que o tiro havia sido disparado pelo namorado da prima.

Leia mais:

Imagem de destaque
EM PENSIONATO

Estudante de medicina brasileiro é encontrado morto em quarto no Paraguai

Imagem de destaque
Decisão provisória

Justiça proíbe líder de suposta ONG em Maringá de pedir dinheiro para tratamento de animais

Imagem de destaque
Constrangia a vítima

Bombeiro de Maringá é denunciado pelo Ministério Público por assédio sexual a oficial subordinada

Imagem de destaque
32 toneladas de ração animal

Polícia Rodoviária Federal evita roubo de carga após carreta tombar na BR-369, em Andirá


Os agentes, então, viram que a porta estava aberta e, ao entrarem, encontraram um homem ajoelhado sobre uma mulher deitada em um colchão que estava no chão. Os policiais deram voz de abordagem e encontraram uma pistola com o suspeito, que estava carregada.

Publicidade


Imagem
Estupro tem punição exemplar no Brasil, mas vítimas são desacreditadas, dizem especialistas
Decisões judiciais e investigações em que outros elementos falam mais alto do que a palavra de quem sofre a violência sexual


O homem recebeu voz de prisão e, à primeira vista, os agentes acreditaram que a mulher caída no chão estava morta. O óbito foi constatado pelo Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e ocorreu devido a um tiro que a atingiu na região do peito.


A prima da vítima, que morava na mesma residência, afirmou ter presenciado o crime. Segundo a mulher, o suspeito insistiu para que ela contasse à polícia que uma tentativa de roubo teria acontecido na residência. Durante seu depoimento, o homem contou essa versão.


Estiveram no local do crime a PCPR (Polícia Civil do Paraná), a Polícia Científica e a Guarda Municipal, além do IML (Instituto Médico Legal), que recolheu o corpo.


Imagem
Estudo: 3 em cada 4 mulheres já sofreram violência em deslocamento nos municípios
Passaram por violência em deslocamentos nos municípios 74% das mulheres brasileiras, conforme a pesquisa
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade