Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Fiscalização

Operação Lei Seca em Londrina aplica 26 autos de infração e recolhe 7 veículos

Redação Bonde com PMPR e AEN
15 jun 2024 às 11:50
- Divulgação/PMPR
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Operação Lei Seca que ocorreu na zona norte de Londrina na noite de sexta-feira (14) aplicou 26 autos de infração e recolheu sete veículos na avenida Saul Elkind.


Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade

No total, segundo a PM (Polícia Militar), houve ainda 38 veículos abordados, cinco testes de etilômetro, duas recusas de teste e quatro motoristas flagrados sem habilitação.

Leia mais:

Imagem de destaque
Tudo começou por ciúmes

Discussão em chá de bebê termina com homem atirando sete vezes contra carro em Apucarana

Imagem de destaque
Foi denunciado

Homem invade agência bancária pelo telhado, furta itens e acaba preso em Sabáudia

Imagem de destaque
Homicídio

Lutador morre após ser esfaqueado durante briga na rua em Maringá

Imagem de destaque
Peabiru

PRE apreende eletrônicos e mais de 200 vinhos importados em rodovia no PR


Publicidade

Ainda conforme a PM, as ações têm como finalidade sensibilizar os condutores e passageiros de veículos a respeito da necessidade e a importância da prevenção de acidente de trânsito e do respeito às normas de trânsito, além de minimizar condutas perigosas como: embriaguez ao volante, excesso de velocidade, ultrapassagens irregulares, entre outros.


Paraná

Publicidade


Para coibir que as pessoas dirijam sob o efeito de álcool, o Paraná promoveu nesta sexta-feira (14) várias ações da Operação Lei Seca, de forma integrada, em 18 municípios do Estado. A mobilização envolveu o  Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR), as polícias Militar e Civil, a PRF (Polícia Rodoviária Federal), as guardas municipais e agentes municipais de trânsito.


As ações marcaram a adesão do Paraná às estratégias desenvolvidas pelo Fórum Nacional Permanente da Lei Seca, de ter um calendário nacional, com ações conjuntas realizadas em todo o Brasil.

Publicidade


Em Curitiba, a força-tarefa iniciou às 21h, na rua da Cidadania do Cajuru, e percorreu vários pontos da Capital com blitz de fiscalização e de educação no trânsito. O objetivo é unir esforços e padronizar estratégias para a redução de sinistros e mortes no trânsito provocados pelo uso de bebida alcoólica.


“O foco aqui é sensibilizar a população para que não combine bebida alcoólica com direção de veículos. Essa combinação aqui no município de Curitiba tem sido uma das principais causas de mortes”, comentou o diretor-presidente do Detran-PR, Adriano Furtado.

Publicidade


“Queremos convidar a sociedade para se engajar nesse projeto. O motorista tem várias alternativas. Não tem problema usar bebida alcoólica, o problema é combinar com a direção de veículos. Então use transporte alternativo, eleja o motorista da vez. Mas nós precisamos do apoio da sociedade para reduzir o número de mortes e de vítimas de trânsito em razão do álcool”, destacou.


“Nós trabalhamos com a fiscalização para conscientizar. A fiscalização é somente para verificar o condutor que está em situação de embriaguez. Não queremos coibir a festividade, a alegria. Nós queremos trazer conscientização. Se você beber, não deve dirigir”, apontou o comandante do Bptran (Batalhão de Polícia de Trânsito da Polícia Militar), Omar Bail.

Publicidade


A ação na Capital contou com a presença do diretor-presidente do Detran-PR, Adriano Furtado; do comandante do Batalhão de Polícia de Trânsito da Polícia Militar, Omar Bail; do superintendente regional da Polícia Rodoviária Federal, Fernando Oliveira; do Delegado da Dedetran (Delegacia de Delitos de Trânsito), Ivonei Oscar da Silva; além de representantes das Secretarias de Estado de Segurança Pública e da Saúde, da Setran (Superintendência de Trânsito de Curitiba) e da Guarda Municipal da capital.


Publicidade

Além da Capital, foram organizadas blitze ainda em Almirante Tamandaré, Arapongas, Araucária, Campo Largo, Campo Mourão, Cascavel, Cianorte, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guarapuava, Londrina, Maringá, Pato Branco, São José dos Pinhais, Telêmaco Borba, Toledo e Umuarama. Tanto dentro das cidades, quanto nas rodovias.


“O motorista tem a consciência, tem a informação, mas é fundamental que haja a fiscalização para que ele tenha a percepção de que os órgãos policiais e as forças de segurança pública estão engajadas e priorizando a fiscalização da alcoolemia, da embriaguez ao volante”, disse o superintendente da PRF, Fernando Oliveira.


Imagem
Suspeito de ter iniciado incêndio no pátio de veículos da Polícia Civil em Londrina é identificado
A PCPR (Polícia Civil do Paraná) afirmou já ter identificado o suspeito de ter iniciado o incêndio que atingiu o pátio de veículos da corporação, que fica localizado na rua Luís Pasteur, na Zona Oeste de Londrina.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade