Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Início no dia 8 de novembro

Câmara de Londrina emenda audiências públicas para debater projetos

Lucas Marcondes - Grupo Folha
03 nov 2023 às 09:00
- Devanir Parra/CML
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Em novembro, a cidade terá uma sequência de audiências públicas organizadas pela CML (Câmara Municipal de Londrina). Serão cinco encontros no mês, sempre à noite, às 19h. 


De realização obrigatória, eles vão tratar de projetos de lei em sua maioria apresentados pela Prefeitura, todos tramitando com os vereadores. A maior parte dos textos tem relação direta com o ordenamento territorial do município para os próximos anos. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Os moradores poderão participar e opinar de forma híbrida – presencial ou virtualmente.

Leia mais:

Imagem de destaque
Repercussão negativa

Entidades de classe de Londrina reprovam aumento de salários de vereadores

Imagem de destaque
Transparência

Após pedido do OGPL, Codel vai tornar públicas empresas beneficiadas por doações de terrenos em Londrina

Imagem de destaque
Seis intervenções desde a facada

Bolsonaro passa por exames e avalia nova cirurgia abdominal

Imagem de destaque
DECISÃO DOS VEREADORES

Comissão Processante contra Mara Boca Aberta será votada nesta quinta em Londrina


ORÇAMENTO NESTA QUARTA-FEIRA

Publicidade


Em um dos primeiros eventos, a população terá chance de tentar emplacar sugestões ao orçamento para 2024 – as propostas, no entanto, só começam a tramitar caso “abraçadas” por meio de emenda de algum vereador. 


Organizada pela Comissão de Finanças e Orçamento, a audiência pública da LOA (Lei Orçamentária Anual) está marcada para quarta-feira (8), no auditório da Prefeitura, no 2º andar do prédio (já que o Legislativo segue em processo de mudança para sua sede provisória no Jardim Piza).

Publicidade


A peça orçamentária teve aprovação em primeira discussão e precisa ser votada em segundo turno antes de o ano legislativo acabar – nesse caso, já com a apreciação de eventuais emendas. Ela prevê R$ 3.074.506.000,00 disponíveis para o ano que vem.


Embora o montante seja 6,93% maior na comparação com 2023, o debate vai ocorrer em meio a um cenário nebuloso nas finanças da gestão de Marcelo Belinati (PP), que, arrecadando menos do que esperava passa por um regime de contenção de gastos, refletindo em medidas como a suspensão da contratação de servidores aprovados em concurso.


Leia a reportagem completa na FOLHA DE LONDRINA:


Imagem
Câmara emenda audiências públicas para debater projetos da Prefeitura
Debates serão híbridos, sempre à noite; presidente da Comissão de Justiça pede que população vá “além do discurso” e formalize propostas
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade