Pesquisar

Canais

Serviços

Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Cuidado nas compras

Procon de Cambé alerta sobre sites falsos e propagandas enganosas na Black Friday

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
24 nov 2021 às 11:36
Continua depois da publicidade
A Black Friday oferece descontos mas, também, a chance de golpes e fraudes. Willian Train, diretor do Procon (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) de Cambé, situado na região metropolitana de Londrina, argumenta que este não é o período em que o órgão recebe mais reclamações, porém a atenção é necessária, sobretudo, em relação a falsos sites e propagandas enganosas.


Segundo ele, quando o consumidor achar que caiu em um golpe, ele deve procurar imediatamente o Procon e não tentar resolver o problema sozinho.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Para Train, os principais problemas registrados na Black Friday são o não recebimento do produto após a compra e golpes de sites falsos. “Por isso é muito importante olhar no site se ele é seguro e não clicar em qualquer link que aparece, principalmente naqueles emails de propaganda com produtos com preços baixíssimos”, pontua. 

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Talvez você também queira ler: Lojas podem abrir até às 21h nesta Black Friday em Londrina; veja horários divulgados pela Acil


Segundo ele, os consumidores também devem optar por comprar com o cartão de crédito quando possível: “os golpistas usam boletos falsos em nome de pessoas físicas, o que pode fazer o consumidor cair em um golpe, ficar sem o produto e não ter o dinheiro estornado”.


O diretor destaca que os cuidados fundamentais que os consumidores devem tomar são o monitoramento dos preços antes e durante a Black Friday, evitar comprar por impulso e desconfiar de preços muito baixos, além de ler atentamente o anúncio - principalmente se ele apresentar letrar pequenas - e verificar se o site é seguro nas compras virtuais. 

Continua depois da publicidade


“Muitas empresas sobem os preços antes e voltam ao preço normal na Black Friday, tentando enganar os clientes. Por isso é importante que os clientes façam uma lista com os produtos que precisam adquirir e monitorem esses preços, evitando comprar logo de cara”, ressalta. 


Ele também explica que os clientes devem dar preferência por compras em lojas que possuem unidades físicas, pois os problemas tendem a ser resolvidos de maneira mais simples.


Trocas


Train cita que as trocas são uma das principais dúvidas durante este dia que é um dos mais comerciais do ano e em outros períodos de intenso volume de compras. 


De acordo com ele, em compras em lojas físicas, o consumidor deve combinar com o comerciante um prazo justo de troca para ambos, em relação ao tamanho, modelo, cor ou outra característica. 


“Nessas compras em que o cliente vê o produto, o vendedor não tem nenhuma obrigação de fazer essa troca, salvo em casos de defeito”, explica. 


Por isso, para o diretor, é essencial esse acordo entre as partes: “na maioria das vezes o vendedor estabelece um prazo de troca, porque ele não quer perder uma venda por conta disso”. Já para as compras feitas pela internet ou por telefone, o consumidor tem sete dias – a partir do recebimento do produto – para se arrepender da compra, podendo solicitar a devolução ou a troca do produto.


“Diferente de uma compra em loja física, na online o consumidor pode optar por devolver o produto e receber o dinheiro de volta”, frisa.


“As lojas não fazem milagres, os descontos variam de 25% a 40% e qualquer outro desconto além desse valor deve ser muito bem avaliado, pois é o que os golpistas geralmente fazem: um produto de R$4 mil é anunciado por R$1 mil”, finaliza Willian Train. 


Serviço: O Procon de Cambé, situado na rua Pará, 126, funciona das 8h30 às 11h30 e das 13h às 17h e disponibiliza o número telefônico (43) 3174-0151 para contato.



Continue lendo