17/04/21
Dicas

Apartamentos compactos: veja como aproveitar pequenos espaços

R. R. Rufino/ Divugação
R. R. Rufino/ Divugação


A pandemia causada pela Covid-19 acentuou a maneira que os brasileiros se relacionam com sua casa, seja em busca de mais conforto, praticidade no dia a dia ou formas de ocupação do espaço. Por isso, mais do que nunca, o significado de "morar bem” não está relacionado ao tamanho do imóvel, mas às inúmeras possibilidades que podem ser aplicadas para trazer a sensação de bem-estar. É o caso dos apartamentos compactos, que, cada vez mais, chamam atenção daqueles que pretendem adquirir um imóvel com preço mais acessível, já que a metragem privativa é menor, mas que não abrem mão do conforto e da praticidade.


A arquiteta dos apartamentos decorados da construtora Yticon, Cristina Cardoso, ressalta que a utilização do imóvel compacto pode ser ainda mais surpreendente quando há planejamento. "Em posse da planta de layout do apartamento, é possível fazer uma leitura e indicação do tamanho ideal e da disposição dos móveis, objetos de decoração e eletrodomésticos dentro do orçamento e perfil do morador”, diz.

Ela lembra ainda que devem ser analisados os hábitos diários, estilo de vida, dinâmica familiar e projetos futuros. "Além disso, neste planejamento, o profissional irá apontar inúmeras aplicabilidades de materiais, como vidros, espelhos, metais e madeiras, muito utilizados para a integração, otimização e estética dos ambientes", completa.

Móveis sob medida
No apartamento decorado do Solar das Laranjeiras, primeiro empreendimento da empresa na cidade de Maringá (PR), foram aplicadas técnicas como a utilização de vidros e de móveis planejados, integrados à disposição da planta. Segundo Cristina, móveis feitos sob medida ajudam neste processo, pois vão possibilitar que o espaço seja aproveitado ao máximo. "Avaliamos sempre o custo x benefício e intenções futuras do morador, como o desejo de ter filhos ou trabalhar em casa. Também consideramos o fato da reutilização de alguns móveis. Se eles devem ou não ser usados no novo apartamento. Porém, para um melhor resultado, é preciso ser racional e não emocional”, explica. Além disso, no planejamento são consideradas o máximo de funções possíveis aos móveis, tornando-os multifuncionais, como sofás camas, camas com gaveteiros, pufes com baú, mesinhas móveis, portas de correr, entre outros.

Criatividade
Apesar do ganho de espaço estar diretamente relacionado ao mobiliário, a arquiteta pontua que, com criatividade aplicada ao conhecimento, as ideias são multiplicadas. Como exemplo, Cristina explica que é possível utilizar, de forma inteligente, locais que são subestimados - como cantos das paredes, área superior e atrás das portas, bem como parte acima do vaso sanitário - com a aplicação de armários e prateleiras. "Muitas vezes, também vale a pena investir na aquisição de alguns eletrodomésticos específicos, como uma máquina de lavar com abertura frontal, que se torna uma bancada para outros eletrodomésticos ou objetos e, também, deixa espaço para uma prateleira logo acima”, ressalta.

Multifuncionalidade
Já nos quartos, a arquiteta salienta que preferiu obter mais funções ao espaço, que vão além de um dormitório. "No quarto infantil, criamos um ambiente lúdico e relaxante, onde as crianças podem brincar, descansar e estudar”. A utilização de uma beliche não convencional possibilitou a colocação de um closet menor, bem como gavetas para roupas e prateleiras para brinquedos embaixo de uma das camas. Um simples cordão de luz de led deu ainda mais charme para o cômodo. "Essas são ideias que podem ser ampliadas ou adaptadas de acordo com a necessidade do morador”, detalha Cristina.

Todas as soluções apresentadas no apartamento decorado visam, principalmente, a harmonia e a utilização adequada do espaço dos ambientes, com a multifuncionalidade do mobiliário. No entanto, ela ainda lembra que medidas mais simples e pontuais ajudam, e muito, na composição do apartamento. "Algumas aplicações de materiais reflexivos, como vidros, espelhos e pontos de iluminação, podem transformar completamente o espaço, pela amplitude visual que causam. Lembrando que determinados tipos de pintura (até mesmo artística), texturas e cores criam ilusões de ótica e dão a sensação de maior amplitude quando bem realizadas. Já utensílios domésticos e caixas organizadoras podem fazer parte da decoração utilitária”, exemplifica a arquiteta.
Redação Bonde com assessoria de imprensa
Continue lendo
Obras residenciais

Sem saber como limpar os vidros depois da obra? Confira três dicas

14 ABR 2021 às 14h51
Vai um cafézinho?

Dia Mundial do Café: como preparar um cantinho especial para a bebida

14 ABR 2021 às 14h47
Faça você mesmo!

Home Office: aprenda a fazer uma mesa portátil

13 ABR 2021 às 17h30
Confira!

Curso gratuito para o segmento imobiliário sobre impactos da LGPD

13 ABR 2021 às 15h25
Dicas

Saiba como usar o backsplash na cozinha

12 ABR 2021 às 17h00
Confira!

Dicas para melhorar a vida útil da máquina de lavar

12 ABR 2021 às 14h17
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados