Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Fim do sofrimento

Confira dicas essenciais de como tirar as manchas de bolor das roupas

Redação Bonde com Assessoria
16 abr 2024 às 17:53
- Priscilla Du Preez ca na Unsplash
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Durante esse tempinho mais frio, característico do outono, é comum tirar blusas guardadas dos armários e encontrar roupas com manchinhas de bolor. Mas, nem tudo está perdido! É possível fazer um procedimento simples para acabar com as manchas antes de colocá-las na máquina de lavar. A empresa fabricante da primeira lavadora de roupas industrializada do Brasil, a Mueller, preparou um guia de remoção de manchas. Confira!


Encontrar as roupas preferidas com manchas de mofo pode causar até desespero, não é mesmo? As características manchinhas pretas surgem porque o fungo gosta de se alimentar do tecido e das fibras. Ele se prolifera facilmente em ambientes escuros e abafados, como os guarda-roupas. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Menos é mais

Especialista esclarece: três hábitos de limpeza que parecem eficientes, mas não são

Imagem de destaque
Em 24 de abril

Dia do Churrasco: veja dicas de como remover manchas de sangue e óleo das roupas

Imagem de destaque
Anote já!

Veja atividades por faixa etária para ensinar crianças a ajudar a manter a casa organizada

Imagem de destaque
Contratos de gaveta

Londrina dá desconto de 50% para regularização de ITBI em contratos de imóveis

Mas, nada de se desesperar e jogar as roupas fora! É possível salvar suas peças favoritas e quentinhas! Com as técnicas, equipamentos certos e medidas preventivas, é possível garantir que as vestimentas permaneçam impecáveis e prontas para serem usadas a qualquer momento.

Publicidade


O que é o mofo?


Apesar de comum, as manchas de mofo são sempre indesejadas. Podendo aparecer em paredes, móveis ou roupas, trata-se de um indicativo de umidade e deve ser combatida assim que notada pelos moradores.

Publicidade


Entender o que é o mofo, nome dado para um conjunto de micro-organismos vivos, é o primeiro passo para evitar que ele manche novamente as roupas ou danifique paredes e armários. Com várias espécies, costumam surgir em ambientes úmidos e abafados em forma de manchas pretas ou verdes e sempre com aspecto aveludado.


Alguns fatores podem ocasionar o aparecimento de manchas de bolor nos tecidos, porém o mais comum é a umidade. Casas mais antigas podem concentrar umidade nas paredes e armários, provocando esse aparecimento que passa para as peças. Para evitar, é ideal manter a casa sempre ventilada e nunca armazenar roupas ainda úmidas ou sujas no armário.

Publicidade


Além do transtorno que pode manchar permanentemente, o bolor pode causar reações alérgicas e se espalhar facilmente para as outras vestimentas.


Cuidados essenciais

Publicidade


Uma das dicas para evitar o surgimento do mofo é lavar as roupas sempre que usadas. A umidade do suor facilita a proliferação dos fungos causadores do mofo.


O primeiro passo é analisar a roupa com atenção. Se o mofo aparenta estar na roupa há muito tempo, é importante remover o quanto antes, pois do contrário, ele pode manchar permanentemente e corroer o tecido. Ao fazer essa verificação, é indicado dispô-las em um local arejado, que ajuda no processo de retirada. E de nada adianta higienizar as vestimentas sem cuidar da origem do inconveniente: é necessária a limpeza do armário e das paredes próximas.

Publicidade


Além da lavagem comum, seja ela na lavadora automática ou no tanquinho – para os casos mais extremos –, o uso de receitas caseiras para a pré-lavagem simplifica o processo. Confira as dicas da Mueller:


Peças brancas

Publicidade


Um dos casos mais simples de erradicação da mancha do mofo é quando ela está em uma peça branca. Basta preparar a mistura de 1 litro de água sanitária com 1 xícara de açúcar – agente que agiliza o processo.


Após realizar a diluição, aplique em toda a região, aguarde até que a mancha desapareça e lave normalmente. Mas atenção! A água sanitária é indicada apenas para remoção de mofo em roupas brancas por conta de composição de cloro ativo capaz de oxidar um pigmento.


Roupas escuras ou coloridas


Em casos de roupas coloridas ou escuras, outra receita caseira é efetiva: adicione ½ xícara de vinagre branco em 2 litros de água em um balde, deixando a roupa de molho por cerca de uma hora. Após este período, lave normalmente.


Manchas resistentes


Caso as receitas acima não deem certo em um primeiro momento, o bicarbonato de sódio é um aliado potente. Para cada 1 litro de água quente, misture 1 colher de chá de bicarbonato e deixe a roupa imersa, lembrando que a dosagem é proporcional e pode depender do tamanho da mancha da roupa.


Roupa de bebê


Por conta da sensibilidade da pele do bebê, qualquer produto ou método mais agressivo pode incorrer em alergias ou irritações. Por isso, além da recomendação de lavá-las separadamente para diminuir o risco de contaminações, os especialistas da Mueller também indicam uma lavagem mais delicada, caso apareçam manchas de mofos.


Misture 1 colher de chá de bicarbonato de sódio e 1 colher de sopa de vinagre de álcool sobre a região do mofo. Após deixar agindo por alguns minutos, deixe a peça em água quente por 30 minutos e siga o processo de lavagem normalmente.


Tirando o bolor de roupas de couro


Por não serem usadas com tanta frequência, roupas de couro são vítimas costumeiras do bolor. Por serem delicadas e requererem cuidados especiais, antes da aplicação de qualquer produto, a Mueller sugere a escovação com escova de cerdas macias. Feito isso, será mais seguro seguir os passos da mistura caseira para extração do mofo.


Para o procedimento, umedeça um pano limpo em vinagre de álcool puro e passe na região até limpar totalmente. Só então utilize um pano 100% seco e limpo e, em seguida, hidrate o couro na sequência para não danificar ou ressecar o vestuário.


Para isso, umedeça o pano limpo e seco com óleo de amêndoa, espalhe por toda a peça e deixe agir por 15 minutos. Com um outro pano, retire o excesso do óleo, deixando-a pronta para o uso.


Tanquinho como aliado


Depois da lavagem manual e remoção, mesmo que parcial das manchas de mofo, os tanquinhos entram em cena para completar o processo. Promovendo a limpeza de manchas difíceis e sem danificar, ele possui o mecanismo de lavagem por turbilhonamento: a agitação faz com que a água e sabão penetrem profundamente na fibra da roupa, entregando uma vestimenta ainda mais limpa e livre de manchas.


Como evitar que o mofo retorne


Abrir as portas do guarda-roupa, no mínimo uma vez ao dia, é uma atividade eficiente para que o móvel não se torne um ambiente propício à reprodução de fungos.


Não adianta cuidar das manchas se não houve dedicação para eliminar o mofo de uma vez por todas. Por isso, além de abrir as portas do guarda-roupas para arejar, é essencial que o móvel esteja posicionado com uma distância mínima de 2 cm da parede – essa folga impede a passagem da umidade através da parede;


Nunca guardar peças molhadas ou úmidas;


Roupas de ocasiões especiais, como trajes de festa, pedem seu armazenamento em um saco a vácuo e, sempre que possível, coloque-as periodicamente no sol;


A limpeza no guarda-roupas deve ser feita quinzenalmente e, caso o ambiente já sofra com problemas de umidade, a compra de pastilhas antimofo, encontradas facilmente em supermercados, auxilia na eliminação da umidade e ainda perfuma o armário.


LEIA TAMBÉM:


Imagem
Sabonetes enzimáticos auxiliam no controle de filamentos sebáceos na pele
Os sabonetes faciais enzimáticos contêm enzimas que desempenham um papel importante na limpeza da pele
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade