Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução/Pixabay
Continua depois da publicidade
Conta mais barata

Confira dicas simples para economizar energia e água

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
04 out 2019 às 09:10
Continua depois da publicidade

Reduzir o consumo de água e energia elétrica não contribui apenas para a preservação do meio ambiente, mas também para a redução de gastos e para o controle das finanças da casa.

Continua depois da publicidade

Algumas atitudes já são bem conhecidas, como trocar as lâmpadas incandescentes pelas fluorescentes ou reutilizar a água da máquina de lavar para limpar o quintal, porém ainda há outras formas de economizar.


Para ajudar nessa tarefa, André Amado, gerente de rede de prestadores da Allianz Assistance, listou seis dicas simples e práticas:


Atenção na hora de escolher o chuveiro - Quando for adquirir um novo chuveiro, todas as especificações do produto devem ser observadas. Por exemplo, se a residência dispõe uma tensão de 127 volts (V), o chuveiro não pode exceder 5700 watts (W). Caso a voltagem disponível seja 220V, o limite é 7800W.


Os disjuntores da residência devem corresponder as especificações para as voltagens: 50 amperes para 127V e 40 amperes (A) para 220V, além da fiação de 10 milímetros (mm) para ambos os casos. Utilizar o aparelho fora do padrão correspondente pode ocasionar o consumo elevado de energia, curtos e, até mesmo, queima de fiação.

Continua depois da publicidade


Tomadas da cozinha - Micro-ondas, fornos elétricos, coifas e outros equipamentos de cozinha exigem tomadas de 20 amperes e fiação de, pelo menos, 4 mm, por conta da maior exigência desses eletrodomésticos.


Utilizar estes equipamentos fora do padrão ideal e exigido pelas fabricantes pode acarretar, além do maior gasto de energia, a diminuição da vida útil do equipamento e, até mesmo, curto circuitos.


Cuidados com a geladeira - Tão utilizado no dia a dia, o eletrodoméstico requer alguns cuidados especiais para prolongar sua durabilidade e não pesar na conta de luz.


O termostato do equipamento deve ser regulado de acordo com a temperatura externa da geladeira, não sendo recomendado deixar o aparelho no nível mais alto ou no mais baixo, evitando o esforço desnecessário dos componentes internos.


Outra dica é não deixar a porta aberta por muito tempo para evitar desgastes na placa e no compressor. Além disso, caso o refrigerador não seja frost free, deve-se aguardar o descongelamento natural, sem utilizar o ventilador ou secador de cabelo.


Secador e prancha de cabelo - Semelhante aos equipamentos de cozinha, o secador e a prancha de cabelo, geralmente, possuem alta potência e exigem mais do sistema elétrico da residência. Por isso, para evitar o uso excessivo de energia, curtos e até mesmo incêndios, o proprietário deve plugá-los em tomadas de 20 amperes e instalação de fiação entre 4 e 6 mm.


Gastos com a descarga do vaso sanitário - Uma válvula de descarga com a regulagem errada tem duas consequências graves: a alta na conta e o consumo excessivo de água.


Para o funcionamento correto, ela deve estar a 90º em relação ao pino acionador. Caso a tampa da válvula do vaso fique muito inclinada, pode ficar danificada e gerar vazamentos e aumento no consumo. Outro ponto importante é o registro interno da válvula que, em boa regulagem, reduz o consumo em até 50%.


Sem força na hora de fechar a torneira - Usar força excessiva ao fechar registros, seja de torneiras, misturadores ou saídas de água, pode danificar o mecanismo de fechamento e, até mesmo, o equipamento, ocasionando vazamento.


Quando o proprietário da residência notar gotejamentos, deve solicitar manutenção o mais rápido possível, evitando desconfortos e dores de cabeça.

Além disso, cada registro conta com especificações próprias e que variam conforme marca e modelo. Então, antes de adquirir, vale uma consulta a um especialista para minimizar erros nas aquisições de peças.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade