Pesquisar

Canais

Serviços

- Pexels
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Repaginar espaços

Dicas para escolher cadeiras para áreas externas e internas

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
25 set 2021 às 15:43
Continua depois da publicidade

Uma cadeira pode mudar completamento o ambiente. Versáteis, elas são capazes de criar ou repaginar espaços e também gerar uma maior conexão entre as pessoas. No entanto, um ponto que é necessário ter em mente é que existem diferentes possibilidades para ambientes internos e externos.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Assim, é fundamental considerar todos os elementos de cada um dos locais para uma boa escolha. Mas quais as principais diferenças que especificam se uma cadeira é perfeita para a área interna ou externa?

Continua depois da publicidade


Há mais de três décadas transformando ambientes dentro do FK Grupo, a marca de mobiliário Frisokar responde as principais dúvidas sobre cadeiras para áreas internas e externas abaixo:


Áreas internas

Continua depois da publicidade


Design, conforto e qualidade são alguns dos pontos importantes quando o assunto envolve a escolha de cadeiras para ambientes internos. Por isso, para esses espaços, é importante optar principalmente à modelos que oferecem ergonomia e um design que, sem excluir o conforto, consegue “casar” com o restante do mobiliário.


É claro que, em se tratando da decoração de interiores, a durabilidade também é um fator de extrema importância. Isso porque, normalmente, as cadeiras que são projetadas para o uso em ambientes internos são mais utilizadas.


No entanto, nesse caso, o material de fabricação não fica tão limitado ao lugar em que o mobiliário será alocado em razão de não ser necessário considerar as possíveis exposições às quais ele estaria sujeito, como chuvas, altas temperaturas, ventos, entre outros.


Áreas externas


Já quando se trata de escolher cadeiras para uma área externa, além do conforto e do seu design, é fundamental lembrar-se de que esse mobiliário, diferente do anterior, estará sujeito e exposto às condições do tempo, ou seja, ele deverá estar apto a suportar o sol, o calor, a umidade, entre outras mais.


A necessidade de levar esses aspectos em consideração torna a decisão um pouco mais difícil e limitada. Isso porque, nesse caso, é preciso estar atento a outras características do móvel, como o seu material de fabricação.


Além disso, mesmo que sejam menos utilizados, as cadeiras e os demais mobiliários para esses espaços devem também considerar a questão da ergonomia.


É igualmente importante levar em consideração a função do mobiliário, uma vez que uma cadeira para refeições que será inserida em uma área gourmet deve ter características diferentes de uma que será disposta na área de piscina, entre outras.

Continue lendo