13/05/21
Anote já!

O que pode ou não ser feito de reforma em um lar financiado

iStock
iStock


Regras de condomínio e estrutura do prédio devem ser consideradas antes das reformas


Ter uma casa própria é um dos sonhos dos brasileiros. Para isso, a maioria das pessoas passa anos na tentativa de conquistar esse sonho e normalmente compra um imóvel por meio de financiamento.

Na hora de entrar no imóvel, ainda mais com essa sensação de pertencimento, a maior vontade de todo mundo é sair mudando tudo: fazer reformas, pintar paredes, trocar revestimentos e pisos, etc. No entanto, para imóveis financiados, há uma série de normas e regras
a serem seguidas para reformas antes de quitar a dívida.

Assim, confira algumas dicas do que pode ser feito assim que as chaves do imóvel estão em mãos.

Pintura interna de paredes

Para pintar as paredes de casa, as regras normalmente são livres, tanto para escolha de cor, quanto para a forma de pintura. O ideal é sempre escolher tintas apropriadas para o tipo de parede e ambiente, com cuidado especial para banheiros e cozinhas, que acumulam mais gordura e umidade. Para esses ambientes, recomenda-se o uso de tintas antimofo e laváveis.

Embora a pintura da parte interna do imóvel seja permitida, há condomínios que estabelecem regras para as fachadas do prédio e espaços próximos às sacadas, que devem seguir um padrão. O ideal é que, antes de pintar uma área que pode ser vista de fora do seu ambiente,
essa ação seja debatida com o síndico do prédio ou que esteja disposta nas regras do condomínio.

Reformas em geral dentro do imóvel

Este é um item de atenção, visto que as reformas são, sim, permitidas, desde que não comprometam a estrutura do prédio ou da casa. Fazer um famoso "puxadinho", por exemplo, passa a ser mais difícil em um edifício. Em alguns casos, é necessário inclusive apresentar laudos técnicos que garantam que não haverá danos à estrutura.

Todas as reformas internas devem ser discutidas com o síndico e revistas de acordo com o regulamento do prédio. Mesmo que sejam reformas menores, como mudança de um piso de porcelanato para um piso laminado, por exemplo, as intervenções precisam ser avisadas ao condomínio, para que respeitem as regras do espaço.

É válido destacar que, no caso dessas reformas menores, o aviso é mais importante, para que as regras de convivência com outros condôminos sejam respeitadas, tais como horários certos para barulho e uso dos elevadores de serviço.

Perfuração de paredes e instalação de móveis fixos

É comum que, ao entrar em uma casa nova, haja mudanças dentro do imóvel para maior conforto e também decoração. A instalação de móveis que necessitam de perfuração das paredes é permitida, desde que não alterem a estrutura do imóvel e respeitem as regras de barulho
do condomínio.
Redação Bonde com assessoria de imprensa
PUBLICIDADE
Continue lendo
Decoração de interiores

Você sabe como utilizar armários aéreos na decoração?

12 MAI 2021 às 14h59
Manusear com segurança

Como evitar problemas no transporte de materiais pesados ou frágeis na obra

11 MAI 2021 às 14h52
Camas diferentes

Dicas e inspirações para deixar o quarto personalizado e aconchegante

10 MAI 2021 às 14h46
Viver em um lugar agradável

Escolhas de decoração que ampliam as sensações de alegria, bem-estar e aconchego

06 MAI 2021 às 15h10
Personalidade na decoração

Dicas sobre adegas e cantinhos do bar em casa

05 MAI 2021 às 15h57
Peça chave na sala de jantar

Arquiteta explica como usar o buffet na decoração

05 MAI 2021 às 15h04
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados