Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Revisão periódica

Playgrounds de condomínios devem ser divertidos e seguros

Redação Bonde
12 jan 2011 às 12:41
- Reprodução
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Os condomínios possuem cada vez mais opções de lazer para seus moradores. Piscina, academia, playground, espaço gourmet, brinquedoteca são apenas algumas das áreas oferecidas para que os condôminos possam se divertir sem sair de casa. Mas para aproveitar todos os benefícios das áreas comuns, é importante tomar algumas medidas para evitar imprevistos com os equipamentos e principalmente com os usuários.

Nas áreas de lazer as crianças são sempre mais vulneráveis a acidentes, já que além de peraltas, não têm consciência dos riscos que podem estar correndo. "Os pais devem ficar de olho quando os pequenos estiverem brincando no playground, na piscina ou em qualquer outro espaço. Além disso, o condomínio deve ter regras específicas quanto o uso dos equipamentos", alerta Antônio José da Silva, presidente da Primar Administradora de Bens.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Segundo Silva, o espaço físico do playground deve ter tamanho suficiente para que os brinquedos sejam dispostos corretamente. A organização dos equipamentos precisa ser planejada e levar em conta vários fatores, como a área de passagem mínima das crianças entre um e outro brinquedo. "Os equipamentos devem indicar para qual faixa etária é indicado e para reduzir o impacto em caso de quedas, o piso pode ser revestido com um material emborrachado", sugere.

Leia mais:

Imagem de destaque
Anote já!

Veja atividades por faixa etária para ensinar crianças a ajudar a manter a casa organizada

Imagem de destaque
Contratos de gaveta

Londrina dá desconto de 50% para regularização de ITBI em contratos de imóveis

Imagem de destaque
Anote essas dicas

Saiba como armazenar corretamente produtos de limpeza no verão

Imagem de destaque
Métodos alternativos

Cinco receitas caseiras (e eficientes) para acabar com as baratas


Reprodução
Reprodução


Os equipamentos dos playgrounds devem ser fabricados com materiais adequados e ter certificação de órgãos de fiscalização, como o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial), além de seguirem as regras da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). "Os brinquedos ideais são aqueles feitos de madeira ou plástico, pois os que usam ferro como matéria-prima podem machucar as crianças e enferrujar", aconselha o empresário.

Para garantir a segurança, os brinquedos do playground devem ser revisados constantemente e a manutenção realizada sempre que necessário. Recomenda-se checá-los diariamente, para verificar se há alguma avaria e fazer uma inspeção registrada a cada três meses. Além disso, uma vez ao ano um profissional especializado deve avaliar as condições dos equipamentos. "Um parquinho bem estruturado, com a manutenção em dia pode evitar muitos acidentes e as crianças podem se divertir tranquilamente".


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade