Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Obra extensa

Por onde começar a ler Paul Auster, expoente prolífico da literatura morto nesta terça

Folhapress
02 mai 2024 às 15:00
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

 O americano Paul Auster, morto nesta terça (30), aos 77 anos, foi um dos principais autores de sua geração. Foi um escritor de obra extensa, com 20 romances completos e ainda mais livros de poesia e não ficção.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Subjuga mulheres

Entenda por que 'O Conto da Aia' inspirou campanha contra PL antiaborto

Imagem de destaque
Evento gratuito

Festa Literária de Londrina começa nesta sexta-feira

Imagem de destaque
Nesta terça

Escritor e poeta gaúcho Fabrício Carpinejar faz palestra em Londrina

Imagem de destaque
Quinto volume

Autora de 'Jogos Vorazes' anuncia novo livro da saga para 2025; confira capa

A reportagem selecionou sete de seus principais livros para apresentar novos leitores a sua obra.

'A Invenção da Solidão' (1982)
Mistura de livro de memórias com ensaios sobre a literatura e o ato de crescer lendo sozinho, foi a obra que catapultou Auster à fama.

Publicidade


'A Trilogia de Nova York' (1987)
Composta de três novelas que renovam o gênero policial com narrativas intrincadas, é até hoje a obra mais conhecida do autor.


'Leviatã' (1992)
Dois escritores tentam mudar o mundo com suas palavras, até que um deles opta por métodos mais drásticos nesta obra em ritmo de thriller.

Publicidade


'O Caderno Vermelho' (1995)
Um livro curto, de menos de cem páginas, eficiente em apresentar os principais temas da obra do autor: o poder do acaso e das coincidências sobre a vida das pessoas.


'Timbuktu' (1999)
Obra premiada que mescla fábula e realismo ao contar a história de um poeta sem-teto com pendor à profecia e seu cachorro, que entende a linguagem dos homens.


'A Noite do Oráculo' (2003)
Mosaico de narrativas em que um escritor passa a suspeitar que as histórias que cria podem definir o futuro de pessoas reais, inclusive de sua família.


'4321' (2017)
Este calhamaço, mais adequado a leitores que querem se aprofundar na obra do autor, narra quatro versões da vida de um mesmo homem, com alterações sutis, mas fundamentais.


Imagem
Bibliotecas de Londrina recebem contação de história nesta quinta-feira
Nesta quinta-feira (2), às 9h30, a Biblioteca Municipal Ramal Vila Nova – Padre Adelino de Carli, na região central de Londrina, recebe o primeiro encontro da programação de maio do projeto Toda Quinta tem História.
Imagem
Jornal impresso incentiva leitura nas escolas municipais de Londrina
Um meio de comunicação com informações sobre assuntos atuais relacionados à educação e que valoriza ações de professores e alunos e é aberto a sugestões.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade