Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
GP da Europa

Bruno Senna reclama de punição e critica Kobayashi

Agência Estado
24 jun 2012 às 15:08
Publicidade
Publicidade

Bruno Senna reclamou da punição recebida no GP da Europa que comprometeu seu desempenho no circuito de rua de Valência, neste domingo. Para o brasileiro, que terminou a prova em 11º, o "drive-through" lhe custou uma posição entre os primeiros da prova.

"Eu estava no mesmo bolo do [Michael] Schumacher, que terminou em terceiro, e do [Mark] Webber, que chegou logo depois. Ou seja, dava para ter saído daqui com muitos pontos", lamentou o piloto da Williams, que seguia seu plano de fazer apenas uma parada na prova.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


"Estava cuidando bastante dos pneus, porque só assim conseguiria fazer só uma parada. A estratégia funcionou. Tive de segurar a onda no começo, porque se atacasse os pneus não resistiriam", explicou.

Leia mais:

Imagem de destaque
YouTube

CazéTV irá transmitir jogo da NFL no Brasil e outros duelos internacionais na temporada 2024

Imagem de destaque
Trajetos de 30 km e 60 km

Alvorada do Sul promove Festival de Alvo Bike nos dias 3 e 4 de agosto

Imagem de destaque
Redes sociais

Sheilla deixa seleção de vôlei feminina antes do previsto após polêmica

Imagem de destaque
Homenagem com logo

Estádio do Café recebe a final do Campeonato Paranaense de Futebol Americano no fim do mês


Bruno foi punido por causa de um choque com Kamui Kobayashi na volta 20 da corrida. No incidente, o japonês tocou a traseira do brasileiro quando tentava fazer a ultrapassagem por dentro. O choque, mesmo duvidoso, gerou uma passagem pelos boxes ao piloto da Williams, que já havia trocado um dos pneus e o bico do carro por causa do incidente.


"Eu estava no meu traçado. Acho que o Kobayashi viajou. Não sei porque tomaram essa decisão", reclamou o brasileiro. Kobayashi não foi punido pelo incidente, mas acabou abandonando a prova na sequência por causa de novo choque, desta vez com Felipe Massa.

Apesar do prejuízo, por causa da punição, Bruno somou um ponto na corrida por causa de outra punição, aplicada ao seu companheiro de equipe, Pastor Maldonado. O venezuelano caiu duas posições, para 12º, e deixou o brasileiro em 10º, dentro da zona de pontuação.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade