Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Alerta!

Entidade lança campanha de combate à obesidade

Redação Bonde
10 jun 2009 às 14:54
A obesidade é o maior problema de saúde pública da atualidade - Reprodução
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A obesidade é o maior problema de saúde pública da atualidade. Desde 1980 o número de obesos dobrou, atualmente já são 400 milhões no planeta. No Brasil, 43% da população está acima do peso, sendo que um em cada quatro brasileiros está ou já esteve recentemente de dieta.

Considerada uma doença de alto riso, crônica e reincidente é, sem dúvida, preocupante e merece a devida atenção. Pensando nos milhões de brasileiros que já sofrem com o excesso de peso e nas proporções em que a doença vem se desencadeando, a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso), desenvolveu a Campanha Nacional de Combate à Obesidade.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Focada na conscientização, a campanha tem como objetivo ressaltar os riscos da doença, promover estilos de vida mais saudáveis e enfatizar a importância do acompanhamento médico especializado, essencial em todas as etapas, desde a profilaxia até o tratamento.

Leia mais:

Imagem de destaque
Dia da Mentira

Confira cinco mentiras sobre alimentação que sempre te contaram

Imagem de destaque
Anvisa

Relatório aponta que 28% dos alimentos industrializados têm sódio em excesso

Imagem de destaque
Para um melhor desempenho

Conheça os nove nutrientes essenciais para evitar fome e cansaço pós-treino

Imagem de destaque
Rotina alimentar

Além do aspartame, OMS considera carne vermelha e outros alimentos como "possivelmente cancerígenos"


Basicamente, a obesidade é atribuída a aspectos ambientais, genéticos e comportamentais. A nutrição irregular, isto é, a ingestão de alimentos contendo altos teores de gordura tem sido considerada o grande vilão causador da doença. Somada a falta de exercício físico, outro fator importante, já que com a modernização tecnológica foram adquiridas facilidades antes inexistentes, tem-se multiplicado o número de pessoas com excesso de peso.

Publicidade


A tendência genética a engordar quando existem casos anteriores de obesidade na família, também é decisiva para o desenvolvimento da doença. Filhos de pais obesos possuem cinco vezes mais chances de desenvolver o problema do que os que possuem histórico familiar saudável. Além disso, problemas glandulares também podem ser associados, apesar de nem sempre estarem diretamente relacionados ao problema.


A modernização tecnológica possibilitou condições para a inatividade corporal frente às telas da TV e computador, o consumo de alimentos industrializados, cada vez mais gordurosos e açucarados, e um altíssimo grau de tensão psicológica, o que vem deixando o mundo cada vez mais obeso.

Publicidade


Para aqueles que desejam emagrecer e voltar aos padrões saudáveis de peso é essencial o acompanhamento com um médico especializado. O mercado está recheado de dietas dos mais variados tipos, mas fazê-las aleatoriamente pode não trazer os resultados esperados, e ainda ser prejudicial ao organismo. Por isso, a melhor dieta é o conhecimento.


A campanha, que começou no final de maio e segue até novembro, pretende combater exatamente esse modelo de comportamento que, muitas vezes, se baseia no sedentarismo, comilança e estresse. Lembrando sempre que para que essas transformações tragam resultados positivos e ocorram de forma correta e saudável é, imprescindível, o acompanhamento médico.

Para saber mais sobre a campanha acesse o site www.abeso.org.br.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade