23/10/20
Qual é a verdade?

Ingerir líquido durante as refeições engorda? Saiba mais

Pelo menos uma vez na vida, todo mundo já ouviu dizer que beber água, suco, refrigerante ou qualquer outro líquido durante as refeições "faz mal". Uns dizem que engorda, outros que aumenta a barriga. Mas será que isso é verdade?

Reprodução/Pixabay
Reprodução/Pixabay


Nathalia Pizato, professora do Departamento de Nutrição da UnB (Universidade de Brasília), conversou com o site Saúde Brasil e responde a questão para tirar as dúvidas.

"Nosso estômago consegue dilatar até um litro e meio. Quanto mais a gente come, mais ele dilata. E quanto mais rápido eu como, menor o tempo que o cérebro tem para entender e processar que estou colocando alimento no estômago. Por isso que pedimos para as pessoas fazerem as refeições com calma. E o líquido interfere nisso também. Se em uma refeição eu tomo um copo de suco de 500ml, o estômago recebe o volume da comida mais esse meio litro de líquido”, explica Nathalia.

Beber líquidos durante as refeições é mais um hábito social do que propriamente uma necessidade. Além disso, devemos lembrar que outros hábitos importantes auxiliam o processo de digestão, entre eles a mastigação lenta, que poucas pessoas acabam fazendo. O ato, aliás, é atrapalhado se você utiliza algum líquido para "empurrar” a comida.

A especialista afirma que, além de dilatar o estômago, a informação que vai para o cérebro é de que o volume de alimento no estômago é maior. O líquido é absorvido rapidamente e, pouco tempo depois das refeições, o cérebro pode identificar que você precisa de mais alimentos. A chance de você comer mais da próxima vez é grande.

Quantidade moderada - Se a comida for ingerida em quantidade moderada, juntamente com até um copo americano de líquido, o estômago não vai se dilatar tanto e o organismo vai desempenhar as funções da digestão corretamente, desde a saciedade adequada até a absorção dos nutrientes.

Segundo Pizato, a pessoa pode, sim, beber algo durante as refeições, mas tem de ter em mente que o excesso pode ser prejudicial para a digestão. "O ideal é que a pessoa seja comedida na quantidade de líquido, assim como é com a comida. Não é legal fazer uma refeição com meio litro de suco, por exemplo. Algo entre 100ml e 200ml não vai gerar problema”, ensina a professora. Além disso, se o indivíduo for ingerir algum líquido é sempre melhor optar pela água.

É recomendável evitar refrigerantes e sucos processados, que são bebidas com uma quantidade muito grande de açúcar. Os sucos naturais de frutas podem ser consumidos sem ou com pouco açúcar, sendo recomendado não adoçá-los. Além disso, atente-se: se você tem sede durante a refeição, isso pode significar uma quantidade excessiva de sal em sua comida, o que também faz mal à saúde.
Saúde Brasil/Ministério da Saúde
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Boletim diário

Londrina registra mais um óbito pela Covid-19 e 71 novos casos

22 OUT 2020 às 17h55
Nenhum óbito

Maringá confirma 59 novos casos de Covid-19 nesta quinta-feira

22 OUT 2020 às 16h21
Boletim da Sesa

Paraná registra 1.265 casos confirmados e 13 mortes pela Covid-19

22 OUT 2020 às 16h13
Segundo Anvisa

Análise de vacinas contra Covid-19 será técnica

22 OUT 2020 às 10h49
Programa oferece seis vagas

Inscrições abertas para residência em Medicina de Família e Comunidade

22 OUT 2020 às 10h34
Secretaria de saúde

Rolândia: mais duas mortes por Covid-19 são registradas

22 OUT 2020 às 10h13
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados