Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Da pra viver da bolsa, com 100 mil reais?

16 nov 2011 às 09:26
Continua depois da publicidade

A possibilidade de viver de rendimentos na bolsa de valores, é um assunto muito discutido pelos investidores iniciantes, avançados, e para quem também está pensando em entrar ainda neste meio. Em reportagens feitas sobre o mercado de ações sempre tem um repórter perguntando ao profissional de mercado, se há possibilidade de encarar os investimentos como sendo uma profissão e viver apenas disso.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Mas então, é ou não é possível viver da bolsa de valores? Para responder essa pergunta, vamos tomar como base um valor, vamos supor que temos 100 mil reais, então a pergunta seria, da pra viver da bolsa de valores com 100 mil reais? A minha resposta é que da pra viver sim, vamos estudar abaixo algumas formas e estratégias que poderíamos criar na bolsa de valores, com 100 mil reais, de modo que nosso investimento seja seguro, rentável e com boa possibilidade de alavancagem a longo prazo.

Continua depois da publicidade


Mas por que nosso investimento deve ser seguro, sendo que podemos realizar operações mais arriscadas para obter mais lucro? Porque nosso objetivo aqui é viver da bolsa de valores, sem preocupação, então não podemos investir nosso dinheiro todo, em operações arriscadas e ficar o tempo inteiro preocupados, obcecados. Com um valor alto desses, é necessário criar estratégias rentáveis sim, porém seguras também, estamos falando de sustentabilidade.


Um investimento sustentável com 100 mil reais poderia ser o seguinte:

Continua depois da publicidade


-Montar uma carteira de ações para realizar venda coberta como remuneração mensal;
-Montar uma carteira de dividendos, com empresas que pagam bem, possuem bons fundamentos e perspectivas de crescimento no longo prazo;
-Reservar uma parte do capital para realizar daytrade ou swing trade, aproveitando movimentos de curto prazo do mercado;


Vamos supor que para montar nossa carteira de ações para venda coberta, investimos 60 mil, comprando 1500 VALE5 a R$ 40,00. De acordo com minhas contas hoje, em uma operação de lançamento coberto OTM na VALE5, da pra ganhar entre R$ 0,80 a R$ 1,20 por ação. Isso nos dá um retorno de R$ 1.500,00 por mês mais ou menos (1,00 x 1500), fora que a VALE5 é uma boa pagadora de dividendos também.


Podemos pegar agora, 30 mil de nosso dinheiro, para montar uma carteira de dividendos, escolhendo uma empresa sólida e com bons fundamentos no mercado, que possui um histórico bom de pagamento de dividendos. Com isso, você irá receber ao longo do tempo, os lucros dessa empresa, e poderá reinvestir adquirindo mais ações, para aumentar os próximos lucros, visto que a distribuição de dividendos é por ação.


Pronto, agora você já tem duas fontes de renda, e ambas são fontes de renda cujo tempo é o maior aliado. Com a remuneração mensal da venda coberta, você poderá escolher se deseja aumentar sua quantidade de ações da carteira de dividendos, ou aumentar a quantidade de ações da carteira remunerada, e o mesmo vale para o recebimento dos dividendos, você poderá usá-los para comprar mais ações de dividendos, ou mais ações de venda coberta, e sempre aumentando seus lucros ao longo do tempo.


Com os 10 mil que sobraram, você pode fazer daytrade ou swing trade em alguma ação, ou até escolher uma outra ação para a venda coberta também, uma que possui um risco médio com taxa maior, e assim complementar sua remuneração mensal na bolsa. Essa carteira certamente dará um retorno muito bom, se não for agora, futuramente dará pois o tempo e os juros compostos serão o seus maiores aliados.

Sabemos que 100 mil reais hoje na poupança, rende uns R$ 800,00 por mês, tomando como base a taxa de juros de 0,80% ao mês, que é geralmente a média nos dias de hoje.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade