05/07/20
25º/13ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Brincadeira sem graça

22,7% das ligações para a emergência são trotes ou enganos em Londrina

A Prefeitura de Londrina, através da Secretaria Municipal de Defesa Social, informa que no ano de 2019 foram registradas 5.821 ligações de trote e engano para os telefones de emergência 153 (Guarda Municipal) e 199 (Defesa Civil). Dados da central da GM apontam que o total de trote foi de 2.679. As chamadas por engano ficaram em 3.142. A soma representa 22,7% de todos atendimentos prestados pela instituição em 2019.

Bruno Amaral/Defesa Social
Bruno Amaral/Defesa Social


Em 2018 foram 7.604 registros para os dois casos. Comparando com 2019 os números tiveram uma queda de 23,45% devido a uma campanha iniciada pela secretaria no mês de abril do ano passado. Uma das medidas que a secretaria adotou para diminuir essa prática, principalmente em relação às ligações de engano, foi a divulgação de panfletos informativos sobre as atribuições da instituição junto aos servidores e usuários do serviço público. Os materiais estão sendo entregues pelas equipes de guardas municipais durante os turnos de trabalho.

Dados da central apontam que até o dia 27 de janeiro foram registradas 157 ligações por engano e 78 trotes. O secretário de Defesa Social, Pedro Ramos, afirmou que a campanha continua em 2020. "O trote é prejudicial em vários aspectos, mas é preciso conscientizar a população de que, quem atende o telefone, se tiver que se preocupar se está sendo um trote ou não, poderá atrasar o atendimento em casos de emergência de defesa civil, patrulha Maria da Penha entre outras situações”.

Ramos espera que com a divulgação "a gente possa minimizar e conscientizar as pessoas. É importante lembrar que quando nós identificamos esse problema no ano passado, em ralação ao engano por exemplo, nós procuramos fazer uma campanha que redundou em um panfleto que está sendo distribuído pela Guarda Municipal em ambientes que ela trabalha. Esse trabalho de esclarecimento e de orientação é sempre positivo”.

A Defesa Social lembra que existe uma legislação estadual (nº 17.107/2012) que prevê a aplicação de multa ao proprietário de linha telefônica responsável pelo acionamento indevido dos serviços telefônicos de atendimento a emergências. A Defesa Social é responsável pela Guarda Municipal e pela COMPDEC (Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil), e atende a cidade 24 horas por dia nos casos de necessidade da população. "O trote é uma brincadeira sem graça que pode prejudicar o atendimento que a instituição presta às pessoas”.

As centrais de atendimento da Guarda Municipal e da Defesa Civil funcionam todos os dias da semana, 24 horas por dia, através dos telefones 153 e 199. A secretaria pede que a sociedade se conscientize quanto ao uso correto do serviço para que não haja interrupções indevidas ou prejuízo para quem estiver em situação de emergência.
N.com
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Comércio Fechado
Londrina entra em quarentena 'mais severa' nesta segunda-feira
05 JUL 2020 às 21h49
Covid-19
Prefeitura e Sesa divergem sobre números de contágio em Londrina
05 JUL 2020 às 17h48
Protesto em Londrina
Comerciantes fazem carreata e 'buzinaço' contra 'quarentena de Ratinho'
05 JUL 2020 às 16h43
Combate à pandemia
Secretário da Saúde de Ratinho vai ampliar alcance da quarentena
05 JUL 2020 às 16h06
Boletim da pandemia
Paraná chega a 781 mortes por coronavírus e 31.120 casos confirmados
05 JUL 2020 às 15h47
34 escaparam
Detentos fogem de cadeia pública no Paraná
05 JUL 2020 às 13h35
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados