Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Após fortes chuvas

Água do Lago Igapó II sobe, desencaixa base da rampa de acesso e passarela é interditada

Redação Bonde
02 dez 2023 às 19:35
- Divulgação/Codel
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

As fortes chuvas que atingiram Londrina, no Norte do Paraná, na tarde deste sábado (2), causaram um aumento do nível da água do Lago Igapó II. Com isso, a base que liga a balsa à rampa de acesso à calçada se desencaixou.


De acordo com o Codel (Instituto de Desenvolvimento de Londrina), a passarela estará interditada ao longo deste sábado para que a as partes possam ser recolocadas em seus devidos lugares.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Eventos gratuitos

Programação Especial Mulheres começa neste sábado no Sesc Cadeião Cultural

Imagem de destaque
Crianças de 10 e 11 anos

Dia D contra a dengue terá mutirão de vacina em shopping de Londrina

Imagem de destaque
Novela 'parada'

Após problemas na quadra do Moringão, Prefeitura de Londrina vai abrir licitação para troca de piso

Imagem de destaque
Neste sábado

Apenas 22% das crianças foram tomar a vacina contra dengue em Londrina; Dia D terá mutirão em shopping

Além do incidente com a passarela, as chuvas e os ventos, que tiveram rajadas de mais de 37 quilômetros por hora, causaram a queda de três árvores no Município.

Publicidade


A primeira queda foi registrada às 17h01, na avenida Celso Garcia Cid, na região central de Londrina. Uma árvore de grande porte caiu e causou bloqueio total da via.


Já a segunda árvore caiu às 17h09, na avenida Madre Leônia Milito, na Zona Sul da cidade. Os galhos atingiram um veículo que estava estacionado na via, além de terem encostado em fios da rede elétrica.


O terceiro registro de queda ocorreu às 17h31, na avenida Higienópolis, também na Zona Sul. Neste caso, houve a queda de uma série de árvores caídas na ciclovia. Alguns locais foram sinalizados com fitas zebradas.


Imagem
Mercado imobiliário londrinense apresenta crescimento e perspectiva otimista
Sergio Cano, professor da FGV e especialista em mercado imobiliário, explica que durante o segundo semestre de 2020 e o primeiro de 2021 houve uma redução das taxas de juros, o que impulsionou a venda de imóveis.


Imagem
Reunião em janeiro do próximo ano pode definir articulação pelo Contorno Leste
Os próximos passos da articulação pelo Contorno Leste de Londrina podem ser definidos em janeiro em uma reunião entre prefeitos, o secretário de Infraestrutura, Sandro Alex (PSD), e o diretor-geral do DER, Fernando Furiatti.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade