Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Calamidade pública

Bombeiros e policiais militares do Paraná já resgataram 786 pessoas no Rio Grande do Sul

Redação Bonde com AEN
06 mai 2024 às 12:45
- CBMPR
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade
Os 34 bombeiros militares e dois policiais militares, com apoio de embarcações e um helicóptero que estão trabalhando nas cidades de Eldorado do Sul e Canoas no Rio Grande do Sul, resgataram 786 pessoas que enfrentam problemas causados pelas chuvas em 346 municípios


No final da semana passada os atendimentos foram em Porto Alegre e Lajeado. A força-tarefa vai ficar no Estado enquanto durar a situação de calamidade pública, em apoio ao Corpo de Bombeiros e Defesa Civil do estado gaúcho.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Os atendimentos envolvem acesso a regiões alagadas para resgatar famílias que ficaram isoladas. Elas estão sendo alocadas em locais seguros e com atendimento das prefeituras. Alguns animais domésticos também estão sendo resgatados pelas forças paranaenses.

Leia mais:

Imagem de destaque
Saiba mais

Indústria do Paraná emprega quase 39% dos imigrantes

Imagem de destaque
PR-092

Motorista morre após se envolver em atropelamento de animal silvestre e colisão frontal em Joaquim Távora

Imagem de destaque
Primeiros convocados

Resultado de concurso para Quadro Próprio do Governo do Paraná é divulgado

Imagem de destaque
Meteoro diurno

Meteoro corta o céu de Maringá durante o dia em evento raro; assista


O governo do Rio Grande do Sul já confirmou 78 mortes em razão dos temporais. Ainda há 105 desaparecidos. São 134,3 mil pessoas fora de casa, sendo 18,4 mil em abrigos e 115,8 mil desalojadas, que recebem abrigo nas casas de familiares ou amigos. 

Publicidade


Nesta semana, em uma ação conjunta entre diferentes órgãos do Estado, o Paraná vai enviar alimentos, colchões, kits dormitório e copos d'água para reforçar o auxílio às vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul. 


A Sanepar doará três mil caixas, com 144 mil copos d'água potável para o consumo da população. Já a Ceasa/PR está de prontidão para enviar seis toneladas de comida.

Publicidade


Nesta segunda-feira (6), quatro caminhões-baú da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil do Paraná irão para o estado gaúcho com colchões e kits dormitório (composto por cobertor, travesseiro, lençol e fronha) para atender as pessoas desabrigadas. 


Já o envio dos alimentos e copos d'água será organizado junto com a Ceasa/PR e com a Sanepar para serem encaminhados ainda no início da semana.  


O Paraná também está unindo esforços na campanha SOS RS. A primeira-dama Luciana Saito Massa fez, no fim da tarde de sexta-feira (3), uma reunião virtual com mais de 250 prefeitos, vice-prefeitos, primeiras-damas e coordenadores da Defesa Civil de municípios paranaenses para reforçar o pedido de ajuda. 


Até a próxima quarta-feira (8), podem ser doados alimentos não perecíveis, água, produtos de higiene e limpeza, bem como colchões, colchonetes e cobertas. As doações podem entregues pela população em qualquer quartel do Corpo de Bombeiros Militar do Paraná.


Imagem
PRF e Correios no Paraná arrecadam doações humanitárias para vítimas de temporais no RS
A tragédia ambiental que aflige o Rio Grande do Sul mobiliza a PRF (Polícia Rodoviária Federal) do Paraná e os Correios pa
Imagem
Saiba como diferenciar os sintomas da dengue e da gripe
Febre, dor de cabeça, mal-estar e fraqueza. Esses são alguns sintomas comuns de várias doenças, a exemplo da dengue e da gripe.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade