Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Reforço técnico e estrutural

Norte Pioneiro: IAT retoma vistorias aquáticas em Jacarezinho

Redação Bonde com AEN
02 mai 2024 às 17:10
- IAT Jacarezinho/AEN
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O escritório regional do IAT (Instituto Água e Terra) de Jacarezinho, no Norte Pioneiro, voltou a fazer, em abril, vistorias aquáticas. Depois de mais de vinte anos, o núcleo passou por uma reestruturação, com a chegada de novos servidores vindos do último concurso promovido pelo orgão ambiental e da ativação de uma lancha. 


O monitoramento por água, até então uma prerrogativa exclusiva do Batalhão de Polícia Ambiental - Força Verde (BPAmb FV) na região, terá impacto direto em operações de fiscalização e licenciamento.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O chefe do escritório de Jacarezinho do IAT, Marcos Antonio Pinto, explica que a região possui quatro grandes reservatórios de usinas hidrelétricas, portanto, a demanda de fiscalização aquática, principalmente para orientar pescadores e prevenir a instalação de construções irregulares, é grande. "Assim, com a lancha ativada e a ampliação da equipe, poderemos fazer essas vistorias de forma regular, monitorando dois reservatórios por mês”, aponta o chefe do escritório.

Leia mais:

Imagem de destaque
Meteoro diurno

Meteoro corta o céu de Maringá durante o dia em evento raro; assista

Imagem de destaque
Santo casamenteiro

Santo Antônio da Platina comemora padroeiro com bolo de 45 metros

Imagem de destaque
Várias ações

Operação em Londrina e outros municípios marca adesão do Paraná ao calendário nacional da Lei Seca no trânsito

Imagem de destaque
Fé e devoção

No dia do padroeiro, paróquia de Cambé pretende vender 10 mil pedaços de bolo


As vistorias inaugurais dessa nova fase foram nos dias 23 e 24 de abril. No dia 23, ocorreu a fiscalização na represa da Usina Hidrelétrica Canoas II, em Cambará, onde 14 pescadores amadores foram orientados sobre os regulamentos da prática na região. Também foi iniciado o levantamento de construções irregulares situadas na APP (Área de Preservação Permanente) do local.

Publicidade


Já no dia 24, o trabalho de fiscalização de pesca foi na represa da Usina Hidrelétrica de Chavantes, em Ribeirão Claro e Carlópolis. Ao todo, 24 pescadores amadores e cinco pescadores profissionais receberam as orientações da equipe. Também foram apreendidos aproximadamente 1.000 metros de redes de pesca que estavam instalados na represa de forma irregular e sem identificação.


As próximas vistorias ocorrerão em maio nos outros dois reservatórios da região: a represa da Usina Hidrelétrica de Ourinhos, em Ribeirão Claro e Jacarezinho, e a represa da Usina Hidrelétrica de Salto Grande, em Jacarezinho e Cambará.

Publicidade


Imagem
Homem é multado em R$ 6 mil por ter pássaros silvestres em casa em Rolândia
Um homem, morador de Rolândia (Região Metropolitana de Londrina), foi multado em R$ 6 mil por manter 12 aves silvestres em cativeiro sem a devida licença dos órgãos ambientais. A investigação aconteceu nesta terça-feira (30).

Vistorias aéreas 

Junto às ações de fiscalização aquática, o escritório regional do IAT de Jacarezinho efetuou uma série de vistorias aéreas usando o helicóptero exclusivo do órgão. As ações foram em conjunto com o Ministério Público do Estado do Paraná nos dias 16, 17, 18 e 24 de abril nos municípios de Jacarezinho, Barra do Jacaré, Tomazina, Pinhalão, Jaboti e Ibaiti.

Publicidade


Durante o monitoramento, os técnicos do instituto sobrevoaram 12 aterros sanitários, cinco áreas de disposição de resíduos de construção civil e três locais com alertas de desmatamento emitidos pelo MapBiomas, além da identificação de outros pontos de supressão da vegetação.


Também foram vistoriadas áreas de mineração, loteamentos clandestinos em áreas rurais e ocupações irregulares em APPs. Por fim, foi feito o sobrevoo das UCs (Unidades de Conservação) contempladas pelo núcleo regional, com foco na avaliação anual dos critérios para o recebimento do ICMS Ecológico por Biodiversidade nos espaços.

Publicidade


“Por meio do monitoramento aéreo, conseguimos vistoriar uma grande área em um espaço de tempo pequeno, reprimindo de forma ágil e precisa qualquer indício de degradação ambiental na região. Hoje, o núcleo regional de Jacarezinho não possui nenhum ponto de desmate apontado pela plataforma Mapbiomas pendente de fiscalização”, destaca o chefe do núcleo regional.


Como ajudar

A denúncia é a melhor forma de contribuir para minimizar cada vez mais os crimes contra a flora e a fauna silvestres. O principal canal do Batalhão Ambiental é o Disque-Denúncia 181, que possibilita uma análise e verificação in loco de todas as informações recebidas do cidadão.


No IAT, a denúncia deve ser registrada junto ao serviço de Ouvidoria, disponível no Fale Conosco, ou nos escritórios regionais. É importante informar a localização e os acontecimentos de forma objetiva e precisa. Quanto mais detalhes sobre a ocorrência, melhor será a apuração dos fatos e mais rapidamente as equipes conseguem realizar o atendimento.


Imagem
Ônibus "rampa" faixa elevadas na avenida Maringá, em Londrina, e seis passageiros ficam feridos
Um ônibus se envolveu em um acidente após "rampar" uma travessia elevada sem sinalização na avenida Maringá, em Londrina, nesta quinta-feira (2)
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade