Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Investigação

Gaeco cumpre mandados em investigação de possível lavagem de dinheiro envolvendo ex-diretor-geral da Assembleia Legislativa

MP-PR
12 jul 2023 às 18:08
- Josette Leprevost/Alep
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do MP-PR (Ministério Público do Paraná) – em ação conjunta com os Gaecos de Goiás e Minas Gerais – cumpriu nesta quarta-feira (12) sete mandados de busca e apreensão expedidos pelo Juízo da 4ª Vara Criminal de Curitiba. Um dos mandados foi cumprido no Paraná, e os demais em Goiás (quatro) e Minas Gerais (dois).


Segundo o Gaeco, as investigações apuram possível crime de lavagem de dinheiro por meio da exploração agrícola de áreas relacionadas a um ex-diretor-geral da Alep (Assembleia Legislativa do Paraná) que foi o alvo principal das operações Diários Secretos e Ectoplasma – as áreas estão sob sequestro judicial.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Foram apreendidos telefones celulares, computadores e documentos, além de R$ 1.147.272,00 em espécie encontrados no endereço de um dos investigados em Minas Gerais.

Leia mais:

Imagem de destaque
Saiu da prisão há 7 dias

Homem é preso após importunar sexualmente mulher em shopping de Londrina

Imagem de destaque
Na PR-445

Funcionário denuncia empresa e Polícia Militar recupera dois caminhões furtados em Londrina

Imagem de destaque
Furto qualificado

Criminosos enganam idosa e roubam dinheiro em agência bancária em Apucarana

Imagem de destaque
11 mandados de prisão

Quadrilha que roubava cargas de caminhoneiros em Ortigueira e região é alvo de operação


A ação deflagrada é continuação da que foi desencadeada em 2 de setembro de 2021. Naquela ocasião, foram 16 mandados de busca e apreensão em investigação que apurava possível associação criminosa que estaria atuando para ocultar valores pertencentes ao ex-diretor geral da Alep.

Publicidade


As ordens judiciais foram cumpridas no Paraná, em São Paulo e em Goiás. O ex-diretor geral é réu em diversas ações propostas a partir de investigações do caso que ficou conhecido como “Diários Secretos” e que apuraram desvios de recursos públicos na Assembléia Legislativa.


Dois mandados foram cumpridos em Curitiba, um em Ribeirão Preto (SP), dois em Ipuã (SP), dois em Goiânia (GO), sete em São João da Aliança (GO), um em Formosa (GO) e um em Flores de Goiás (GO). As determinações judiciais, expedidas pela 4ª Vara Criminal de Curitiba, envolveram buscas em sete residências, sete fazendas e duas empresas (uma de sementes e outra de aviação agrícola) e tinham como alvo, além do ex-diretor da Alep, um familiar dele, um administrador de suas propriedades, três empresários da área agrícola e um suposto segurança, que seria ex-policial militar.


Conforme apurações do MPPR, o grupo estaria atuando, a partir de diferentes formas de falsificação ou simulação, para ocultar valores oriundos de exploração agrícola de propriedades rurais pertencentes ao ex-diretor-geral que foram objeto de sequestro judicial, inclusive com determinação de perdimento por ordem da Justiça do Paraná, no âmbito das ações judiciais em que o ex-gestor é réu.


Imagem
Prefeitura desocupa instalações de pessoas em situação de rua na avenida Cruzeiro do Sul em Londrina
A Prefeitura de Londrina iniciou, na manhã desta quarta-feira (12), a desocupação de instalações nas calçadas e no canteiro central da avenida Cruzeiro do Sul, na Zona Oeste do município.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade