Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Atuação em Londrina e região

Operação do Gaeco investiga policiais militares suspeitos de envolvimento em latrocínios

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
26 jul 2023 às 08:40
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Núcleo de Londrina do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do Ministério Público do Paraná, em conjunto com a Corregedoria-Geral da Polícia Militar, realizou nesta quarta-feira (26), a Operação Mar Vermelho. A ação tem como objetivo investigar uma organização criminosa suspeita de atuar nos municípios de Londrina, Ibiporã e Bela Vista do Paraíso.


Durante a operação, cinco mandados de prisão foram cumpridos, além de 28 mandados de busca e apreensão. Adicionalmente, sete medidas de afastamento da função pública e 11 medidas de monitoração eletrônica foram aplicadas.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


As investigações focam no possível envolvimento de ao menos sete policiais militares, sendo um oficial, um cadete e cinco praças, além de particulares, em crimes graves, incluindo dois latrocínios (roubos seguidos de morte).

Leia mais:

Imagem de destaque
Dois suspeitos seguem foragidos

Polícia Civil prende homem que chefiava esquema de transporte de drogas em Maringá

Imagem de destaque
Desacordo comercial

Irmão acusado de furtar empresa de irmã a agride e acaba preso em Apucarana

Imagem de destaque
Prejuízo de R$ 1 milhão às vítimas

Polícia Civil prende quatro suspeitos de furtar e roubar carros para vender peças em Londrina

Imagem de destaque
Investigação

PF rebate em indiciamento explicações de Bolsonaro sobre joias e vê contradições


O 30º BPM (Batalhão de Polícia Militar), de Londrina, está acompanhando e apoiando a Operação Mar Vermelho.

Publicidade


Imagem
Associação promove ato após skatista ser baleado na zona norte de Londrina
A Associação de Skatistas da Periferia de Londrina está programando para sábado (29) uma manifestação pedindo mais segurança.


LATROCÍNIOS


As investigações tiveram início após informações sobre a participação de dois policiais militares na morte de um homem, ocorrida em 23 de agosto de 2021, na zona rural de Jataizinho. O corpo da vítima teria sido queimado e o crime foi motivado por desentendimentos financeiros entre os membros da organização criminosa investigada.

Publicidade


Após diligências, confirmou-se que a vítima fazia parte do mesmo grupo criminoso em questão. Durante o crime, alguns integrantes apropriaram-se de dinheiro por meio de movimentações bancárias e bens pertencentes à vítima.


As investigações também revelaram outro caso de latrocínio, em que um homem, que atuava como agiota, teria sido morto em um confronto forjado com uma equipe das Rotam (Rondas Ostensivas Táticas Metropolitana) de Ibiporã.


Imagem
Transportadora de Londrina é alvo da Receita Federal com apreensão de centenas de produtos eletrônicos
Em fiscalização de rotina nesta terça-feira (25) nos depósitos de transportadoras da cidades de Londrina, as equipes da Receita Federal localizaram e apreenderam um grande carregamento de produtos contrabandeados


Segundo as apurações, as investigações revelaram que o objetivo dos policiais militares era apropriação de R$ 30 mil que estavam com a vítima do homicídio. Parte desse montante, no entanto, não foi encontrada pelos policiais, pois acredita-se que estivesse escondida nas roupas íntimas da vítima.


Além disso, o grupo criminoso armado estava envolvido em uma série de crimes, incluindo falsidade ideológica, com a inserção de dados falsos em boletins de ocorrência, onde simulavam roubos de carga; apropriação indébita de cargas como aço, ferro, cobre, etanol e soja; furto qualificado e extorsão agravada. Essas atividades eram realizadas de maneira serial e profissional pelo grupo.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade