Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Crueldade

PCPR procura responsável por esfaquear cavalo em Cruzeiro do Oeste

Redação Bonde com PCPR
06 jun 2024 às 17:16
- Fábio Dias/EPR
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Um cavalo foi esfaqueado na manhã de quarta-feira (5), em Cruzeiro do Oeste (Noroeste). A PCPR (Polícia Civil do Paraná) está investigando o crime de maus-tratos contra o animal.


Segundo o delegado da PCPR Leonardo Queirós, o inquérito policial foi instaurado após receberem a informação que o cavalo teria sido golpeado com uma faca no município. A PCPR infomou que o cavalo recebeu os atendimentos necessários e passa bem.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


“Estamos empreendendo todas as diligências cabíveis, de forma intensa e cuidadosa, a fim de identificar a autoria e esclarecer o fato. Reiteramos nosso compromisso no combate aos maus-tratos contra animais, responsabilizando criminalmente os autores”, afirma.  

Leia mais:

Imagem de destaque
Ação conjunta

PF apreende 243 quilos de pasta base de cocaína em Jaguapitã; piloto de helicóptero é preso pela quarta vez

Imagem de destaque
Condenação definitiva

Homem condenado por abusar de sobrinha da namorada é preso em Maringá

Imagem de destaque
Foi detida por seguranças

Mulher é presa por furtar quatro quilos de picanha em mercado de Apucarana

Imagem de destaque
Houve briga

Ex-namorado não aceita término, rouba celular e ameaça homem em Apucarana


As investigações continuam para estabelecer a motivação do fato e identificar o responsável do crime.


A PCPR pede a colaboração da população com informações que ajudem no andamento das investigações. As denúncias podem ser feitas de forma anônima, pelos números 197, da PCPR, 181, do Disque-Denúncia ou (44) 3676-1684, diretamente à equipe de investigação. 


Imagem
Operação em Londrina manda prender sete pessoas e bloquear quase R$ 400 milhões
Policiais federais e agentes da Receita Federal cumprem, na manhã desta quinta-feira (6), sete mandados de prisão e 53 de busca e apreen
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade