Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Reivindicação de comerciantes

Polícia Militar retoma radiopatrulhamento com bicicletas na região central de Londrina

- Divulgação/PMPR
Caroline Knup - Especial para o Portal Bonde
18 set 2023 às 13:00
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Policiais do 5º BPM (Batalhão de Polícia Militar) retomaram, no sábado (16), o radiopatrulhamento com bicicletas na região central de Londrina. O anúncio foi feito pelo tenente-coronel Marcos Tordoro, que assumiu o comando do Batalhão em agosto deste ano, no evento Dia da Sergipe.


A iniciativa, que já havia sido aplicada no quadrilátero central entre 2017 e 2019, tem como objetivo atender emergências policiais e realizar abordagens. De acordo com Tordoro, os policiais contam com um aparelho de rádio que está conectado à Central de Operações da PMPR (Polícia Militar do Paraná). 

Publicidade
Publicidade


"A única diferença entre essa modalidade e o radiopatrulhamento motorizado é que usamos bicicletas e não carros ou caminhonetes. No que diz respeito ao atendimento e à aplicabilidade, os policiais seguem os mesmos princípios", explica.

Leia mais:

Imagem de destaque
TRÊS CARROS ENVOLVIDOS

Guarapuava: uma pessoa morre e seis ficam feridas em acidente grave na BR-277

Imagem de destaque
Em 'Quedas' do Iguaçu

Homem extrapola quatro vezes o limite de embriaguez e é preso na região sudoeste do PR

Imagem de destaque
Estava em veículo furtado

Homem é morto após atirar contra policiais em rodovia de Cambé

Imagem de destaque
Homicídio qualificado

Mulher é morta a tiros e outra é internada na região de Apucarana


A escolha da região central e dos arredores para a implementação do radiopatrulhamento com bicicletas ocorreu, conforme aponta o comandante do 5º BPM, em decorrência de análises técnicas. 

Publicidade


Imagem
Vereadores aprovam proibição de cigarros eletrônicos em escolas de Londrina
A CML (Câmara Municipal de Londrina) está em vias de aprovar em definitivo a proibição do consumo de cigarros eletrônicos e similares em escolas públicas e particulares


"Essa modalidade de patrulhamento não é adequada a todos os espaços urbanos. O Centro de Londrina corrobora com as vantagens oferecidas pelas bicicletas, como mobilidade e acessibilidade a locais que motos e carros não acessam. Esse é, também, um meio de transporte silencioso, o que nos permite, em algumas situações, surpreender os abordados."


Outro fator positivo destacado por Tordoro se refere à agilidade de locomoção oferecida aos policiais pelas bicicletas. Segundo o tenente-coronel, esses meios de transporte podem ser usados em calçadas, escadas e outros espaços, o que oferece mais agilidade aos agentes, sobretudo em momentos de emergência policial.

Publicidade


HORÁRIO COMERCIAL


Apesar dos benefícios, o radiopatrulhamento com bicicletas também oferece desvantagens, como a dependência às condições climáticas. "Quando o clima não está propício, essa modalidade fica impossibilitada de operar. Porém, quando isso acontece, o policial militar se desloca com a viatura motorizada", ressalta o comandante.

Publicidade


De acordo com Tordoro, haverá duplas de policiais trabalhando com o radiopatrulhamento com bicicletas tanto no período da manhã quanto no período da tarde. "Vamos ter, aproximadamente, quatro duplas trabalhando e com alternância entre escalas para que possam atender às ocorrências em horário comercial de segunda a sábado e em domingos e feriados, quando houver necessidade."


Imagem
Médica de 28 anos morre ao ser baleada em tentativa de assalto em Maringá
Uma médica de 28 anos morreu após ser baleada em uma tentativa de assalto em Maringá, no Noroeste do Paraná.


Parte das bicicletas utilizadas no radiopatrulhamento foram adquiridas em 2017 em parceria com a Acil (Associação Comercial e Industrial de Londrina). Além disso, algumas unidades foram compradas pelo Governo do Estado e pela Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná) e outras foram adquiridas pela própria PMPR.

Publicidade


"Já realizamos alguns cursos de capacitação e os policiais que estão atuando em Londrina nesse momento estão habilitados para o trabalho. A Polícia Militar de Maringá também emprega essa modalidade de radiopatrulhamento e alguns policiais serão enviados para Londrina", explica Tordoro.


REIVINDICAÇÃO DE ENTIDADES E COMERCIANTES

Publicidade


O comandante do 5º BPM ressalta que o radiopatrulhamento com bicicletas foi retomado devido às reivindicações de entidades e de comerciantes da região central de Londrina e dos arredores, que se viram satisfeitas com as ações realizadas entre 2017 e 2019.


Imagem
Homem furta TV do DER, carrega aparelho nos ombros e é preso na Vila Brasil
Um homem de 41 anos foi preso na madrugada deste domingo (17), na Vila Brasil, região central de Londrina, após ser visto carregando uma televisão nos ombros.


"Temos no Batalhão a política de policiamento de proximidade, na qual a interação com a população é um dos alicerces. Desde muito tempo temos tratado sobre esse assunto com as entidades. Além de ser uma demanda da população, acreditamos que a modalidade é exitosa e permite uma entrega muito boa", destaca.


Em nota, Angelo Pamplona, presidente da Acil, destaca que a retomada do radiopatrulhamento com bicicletas no quadrilátero central será benéfico para o comércio da região. 


"As bicicletas podem conferir agilidade em locais como o Calçadão, por exemplo, com grande fluxo de pessoas. As bicicletas têm boa autonomia, são rápidas e também despertam a empatia, uma vez que não poluem e não fazem barulho. Além disso, permitem que o policial aja rapidamente em caso de ocorrências. A volta da patrulha com bicicletas é uma boa notícia para Londrina e a Acil vê a estratégia como um benefício para o comerciante", argumenta Pamplona.

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade