20/06/21
PUBLICIDADE
Impacto na decoração

Cinco erros mais comuns na compra de tapetes

Christian Maldonado
Christian Maldonado


Comprar uma nova peça para a decoração de uma casa ou apartamento é um momento de grande satisfação pela conquista e pelo impacto que esse item causará em seu novo habitat.

O tapete é um dos protagonistas desta lista de desejos, mas dada a longevidade que essa peça traz como propósito, é importante conhecer bem as características e usos para não se arrepender ou diminuir a vida útil dela.

A by Kamy convive diariamente com essas dúvidas dos clientes e lista abaixo 5 erros mais comuns que as pessoas cometem ao comprar tapetes. Confira-os abaixo e saiba como não errar quando precisar adquirir um!

Não saber qual material de tapete é indicado para cada ambiente ou perfil de projeto

É provável que este seja o principal erro, não só pelo desconhecimento inicial, mas pelo prejuízo que essa escolha inadequada causará por demandar uma nova compra adiante.

Os tapetes são fabricados a partir de fibras que podem ser naturais ou sintéticas, sendo a composição deles uma informação muito relevante para saber em local é melhor usá-lo. Por exemplo, materiais naturais devem ser evitados nas áreas molhadas, locais em que os sintéticos costumam ir bem.

Outro ponto é entender o perfil do projeto, pois uma casa de campo por exemplo tem necessidades de tapetes diferentes de uma casa de praia, já que uma vai exigir deles um conforto adicional para aquecer os pés enquanto a outra vai priorizar o frescor.

Não saber como vai usar o tapete

Tapete não é tipo de produto que se compra primeiro para depois entender como vai usá-lo, ou seja, jamais pode ser uma aquisição baseada no mais puro impulso sem qualquer planejamento.

Deste modo há o risco de comprar um tapete menor do que o ideal ou, pior, maior do há de espaço disponível – uma situação totalmente evitável com uma básica medição prévia.

Vale mencionar que, principalmente na sala de estar e nos quartos, o indicado atualmente é usar o tapete abaixo dos principais móveis destes ambientes, portanto, lembre-se de considerá-los na sua medição.

Não considerar a durabilidade de cada tapete

Os tapetes persas fazem sucesso há séculos e não é à toa: são preciosos, seja pela história dos desenhos e cores de cada peça, e também pela sabedoria ancestral nas técnicas de tecitura empregadas no processo de fabricação. Alguns exemplares podem durar centenas de anos!

A durabilidade, portanto, é um elemento que influencia diretamente o preço de um tapete e é por isso que certos modelos costumam demandar um investimento maior, pois entregam uma maior durabilidade.

Naturalmente, é importante considerar qual é o grau de circulação de pessoas – tráfego – de cada ambiente, pois o tráfego influencia a vida útil de qualquer tipo de tapete, sobretudo os teares nacionais.

Não considerar as cores, desenhos e texturas

Existe uma coisa mais bonita que as cores, desenhos e texturas dos tapetes? Certamente esses elementos formam a ‘razão de ser’ dos tapetes, pois são como ‘quadros’ que colocamos no piso.

Entender os tapetes como ‘obras de arte’ é uma dica valiosa para não errar na compra ignorando as cores, desenhos e texturas deles, pois é preciso encontrar a melhor combinação não só com outros exemplares, mas com o décor como um todo.

Ao deixar de entender o tapete como uma simples forração de superfícies, você está um passo adiante de não ter medo de usar e inventar com eles, escolhendo aqueles que combinam com seu gosto e afeto.

Se você tem tapetes antigos, é possível dar uma nova cara para eles por meio de sobreposição – especialmente se os antigos forem pequenos, emoldurando-os com o visual e o material dos novos

Não comprar em lojas especializadas

A maioria dos erros mais comuns listados acima pode ser evitada procurando lojas e marcas confiáveis e especializadas neste segmento, pois é fato que você não precisa conhecer tudo sobre tapete se houver com quem dialogar e solucionar essas dúvidas antes de realizar a compra.

Esse perfil de compra é similar ao processo de procurar profissionais de arquitetura e design de interiores para planejar uma obra ou reforma. Você até pode contratar por conta os fornecedores para cada etapa, mas estará sujeito a um risco maior de errar.

É fundamental despender um tempo pesquisando sobre o produto, confirmando as informações apresentadas para trazer segurança à compra. Neste aspecto, é importante considerar que o valor de um tapete não se justifica somente pelo preço de etiqueta.

Quando o tapete custa mais caro, com certeza é porque se trata de algo precioso. Busque informações a respeito do sua composição e processos envolvidos, com certeza haverá um ou mais motivos que justificam as variações de preço entre os modelos.

Vale também considerar as lojas que oferecem toda uma gama de serviços e relacionamento contemplada no pré, durante e até mesmo o pós da compra, pois há serviços de manutenção e limpeza como o Rug Care da by Kamy.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
Continue lendo
Revestimento

Como cuidar de piso vinílico?

19 JUN 2021 às 10h00
Projetos de Design

Cinco dicas para combinar tons de madeira na decoração da cozinha

18 JUN 2021 às 15h37
Colorida e divertida

Dicas de decoração para tornar a sua festa junina em casa ainda mais criativa

17 JUN 2021 às 14h46
Industrial, retrô, romântico

Qual estilo de decoração combina mais com você?

16 JUN 2021 às 15h39
Chegada do Inverno

Quatro dicas para garantir um banho quentinho com o chuveiro elétrico

15 JUN 2021 às 15h08
De olho na rua

Condomínios e vizinhos se unem para fortalecer segurança da rua

14 JUN 2021 às 15h46
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados