14/05/21
Confira!

Closet ideal: dicas para projetar um espaço sob medida

Henrique Ribeiro
Henrique Ribeiro - Nesse closet de casal, as profissionais dedicaram um espaço generoso para a disposição dos calçados e a coleção de bolsas.
Nesse closet de casal, as profissionais dedicaram um espaço generoso para a disposição dos calçados e a coleção de bolsas.


Para muitos moradores que estão no processo de projeto/execução de obra e reforma, o closet é um sonho! Afinal, quem não deseja ter as suas roupas e objetos pessoais bem-dispostos e com fácil acesso no dia a dia, sempre que necessário ou desejado? Mas para que o closet seja real, algumas regras e orientações se configuram fundamentais para a sua inclusão dentro do espaço disponível na residência ou apartamento.


"Os primeiros passos são pautados na busca por conhecer as características dos nossos clientes e avaliar as dimensões disponíveis para projetar o closet. Junto com isso, verificamos o volume e o estilo das roupas, sapatos e os acessórios que farão parte. Sem isso, não há personalização e a estrutura não atenderá o que é tão aguardado”, explica a arquiteta Flávia Nobre, sócia do escritório Meet Arquitetura.

Para que não haja erros em nenhum destes pontos, a profissional Flávia, junto de sua sócia e designer de interiores Roberta Saes, elaboraram recomendações especiais para a definição do closet perfeito. Acompanhe:

Entenda seu espaço
Antes da execução da marcenaria – o maior aliado para um closet personalizado –, é primordial definir as medidas e entender como ela será realizada no espaço disponível. Para isso, a contratação de profissionais especializados: arquiteto ou designer de interiores são essenciais para atuar na concepção do projeto e acompanhar a execução com um marceneiro especializado. "Não abrimos mão da marcenaria planejada. Só assim entregamos um trabalho exclusivo e desenhado especialmente para cada cliente”, diz a designer de interiores Roberta Saes.

Levantamento de peças
Seja uma área com metragem reduzida ou uma área maior, é necessário que as profissionais tenham ciência do volume de roupas, sapatos e acessórios que serão inseridos no closet. "Por exemplo, se a moradora tiver muitos vestidos de festa, precisamos dedicar um módulo duplo de cabideiro para preservar a integridade da peça. Alguns modelos não podem ser dobrados”, relata Flávia. Da mesma forma, quando o armário é compartilhado entre um casal, é estabelecida a proporção e um desenho exclusivo, de acordo com a demanda de cada um.

Conheça todos os compartimentos
São os compartimentos que auxiliam na setorização dos itens auxiliando o manuseio e arrumação no dia a dia! Diferentemente do guarda-roupa e armários convencionais, esse espaço possibilita uma melhor visualização dos itens e faz com que se ganhe mais tempo, dando uma sensação indescritível para os organizados de plantão!

Para isso, conhecer a função de cada um deles pode facilitar no entendimento do closet:

Ø Nichos e Prateleiras: ideais para guardar camisetas, malhas ou bolsas, mochilas ou caixas de acessórios;

Ø Cabideiros: Essenciais em closets femininos, abrigam vestidos e casacos longos. Para um cabideiro tradicional ou masculino podem abrigar blazers, camisas e casacos;

Ø Gavetas: estão prontas para guardar roupa de baixo, roupas de academia ou pijamas e podem apresentar diversas medidas;

Ø Maleiros: Acessado com menor frequência, o maleiro fica localizado na parte mais alta de armários e closets;

Ø Sapateiras: as prateleiras deslizantes são indicadas para acomodar sandálias, tênis, sapatos e rasteirinhas.

Vale ressaltar que a altura das prateleiras seguirá de acordo com os tipos de sapatos dos clientes: no caso de salto alto, a medida a ser considerada entre os vãos será maior. "Gostamos de explicar também que o perfil do sapato pode indicar se o espaço comportará mais ou menos pares. As sapateiras deslizantes são excelentes, haja vista nos possibilitam posicionar um mais a frente e o outro logo atrás, otimizando assim a área disponível”, diz Roberta Saes.

Pesquise e tenha referências

Uma recomendação valiosa compartilhada por Flávia e Roberta: use a internet ao seu favor. De acordo com as especialistas, procurar referências podem ajudar na visualização dos itens em seu próprio espaço, além de trazer uma base de custos e auxiliar na avaliação real de acordo com condições reais. "Uma busca por hashtags, Pinterest ou até mesmo o Google é válida! Tendo base do que gosta, facilita o trabalho do profissional na criação de algo exclusivo do jeitinho que o morador desejar!”, finaliza Flávia.
Redação Bonde com assessoria de imprensa
PUBLICIDADE
Continue lendo
Up no visual

Três dicas simples que vão repaginar sua decoração

14 MAI 2021 às 15h19
Casa saudável

Cinco dicas que vão trazer mais saúde para os moradores e os ambientes do lar

13 MAI 2021 às 16h25
Decoração de interiores

Você sabe como utilizar armários aéreos na decoração?

12 MAI 2021 às 14h59
Manusear com segurança

Como evitar problemas no transporte de materiais pesados ou frágeis na obra

11 MAI 2021 às 14h52
Camas diferentes

Dicas e inspirações para deixar o quarto personalizado e aconchegante

10 MAI 2021 às 14h46
Viver em um lugar agradável

Escolhas de decoração que ampliam as sensações de alegria, bem-estar e aconchego

06 MAI 2021 às 15h10
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados