Pesquisar

Canais

Serviços

- Tarkett
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Vida útil

Qual é a durabilidade do piso vinílico e como aumentá-la?

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
09 jul 2021 às 15:00
Continua depois da publicidade

Saber qual é a durabilidade do piso vinílico e como aumentá-la são fatores a serem considerados em todos os tipos de projeto, sejam eles residenciais, comerciais ou corporativos.

Continua depois da publicidade


Entretanto, como qualquer outro tipo de piso, é preciso saber se a escolha irá atender satisfatoriamente às características de uso e ao tráfego do ambiente por um longo período.

Continua depois da publicidade


Pensando nisso, a Tarkett separou algumas dicas que podem ajudar a aumentar a vida útil do piso vinílico. Confira:


Quanto tempo dura um piso vinílico?

Continua depois da publicidade


Apesar das estimativas que podem ser feitas pelos fabricantes, a realidade é que existem tantas variáveis que influenciam no aumento e, principalmente, na diminuição da vida útil de um piso vinílico, que essa suposição fica muito difícil de se concretizar na prática.


Fincar uma posição sobre a durabilidade do piso vinílico é arriscado, pois pode levar as pessoas a acreditarem que podem fazer de tudo sobre ele, sem se preocupar com as consequências por 15 anos ou 20 anos.


O que deve ser levado em consideração é o fato de que os cuidados começam com a compra do modelo correto, passando pela instalação adequada e o uso consciente no dia a dia.


Como fazer o piso vinílico durar mais?


Assim como dito anteriormente, o vinílico durará mais se o modelo correto for escolhido, equilibrando desejos e necessidades. Também é importante conhecer bem as especificidades desse revestimento, que só pode ser usado em áreas internas e sem umidade, ou seja, não deve ser instalado em áreas externas e banheiros com chuveiro.


Também é preciso saber das características de uso e do tráfego de cada ambiente, visto que lugares mais movimentados precisam de proteção extra – como uma capa de uso com a espessura correta, por exemplo.


A capa de uso é uma camada de poliuretano (PU) aplicada na superfície dos pisos vinílicos do tipo Luxury Vynil Tile (LVT). As capas de uso acima de 0,7 mm de espessura geralmente são destinadas a projetos comerciais com tráfego pesado, já para os projetos residenciais com tráfego leve, a capa mínima é de 0,15 mm.


Instalar o piso corretamente é fundamental, pois o vinílico requisita contrapisos em boas condições, tanto para resistir quanto para ficar bem-acabado. Nesse caso, antes de instalar, ondulações e desníveis devem ser corrigidos e deve-se ficar de olho em problemas de umidade.


Limpar com frequência o piso vinílico também impacta diretamente na durabilidade, contanto que a pessoa nunca esqueça de varrer o piso antes de iniciar a limpeza com o pano úmido e de secá-lo após aplicar o detergente neutro diluído em água.


Por falar em água, somente os pisos vinílicos colados podem ser lavados, desde que as poças sejam secas. Em contrapartida, os modelos clicados jamais podem ser lavados, pois a água escorreria pelas juntas e ficaria acumulada no contrapiso.


Para evitar que surjam riscos na superfície do revestimento, evite arrastar móveis sobre o piso e sempre proteja os pés do mobiliário com feltro. Já no caso de peças com rodinhas ou cadeiras de trabalho, recomenda-se a utilização de rodízios de poliuretano.


O que não fazer para o piso vinílico durar menos?


Nunca escolha um piso vinílico cujas características são inadequadas para aquele perfil de ambiente e projeto, pois essa incompatibilidade vai diminuir sua vida útil.


É essencial planejar esses cenários e o melhor é sempre contar com a ajuda de arquitetos e designers de interiores não só na especificação, mas também no planejamento da paginação – evitando assim perdas de material significativas.


A mão-de-obra profissional é igualmente importante na instalação, pois instaladores capacitados e habituados com esse tipo de revestimento vão evitar que erros básicos sejam cometidos neste processo.


Embora a compra correta e a instalação bem-feita sejam relevantes na durabilidade, são nos hábitos de limpeza que as pessoas mais pecam e acabam diminuindo a vida útil do piso.


Evitar produtos específicos como solventes e outros derivados de petróleo é essencial, considerando que o piso vinílico é feito majoritariamente de PVC e o encontro entre derivados de petróleo costuma resultar em reações químicas que vão desgastando e danificando permanentemente a superfície.

Se a área possui farta entrada de iluminação natural, como nas varandas gourmets, por exemplo, existem linhas de piso que oferecem proteção extra contra os raios UV. Seja qual for o piso escolhido, cortinas e persianas serão necessárias para filtrar os raios solares nesses locais, especialmente aqueles com grandes esquadrias de vidros.


Continue lendo