Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Como transformar o seu lar em uma casa inteligente

CV Bonde
19 mai 2022 às 13:27
Continua depois da publicidade

Aprenda sobre como transformar o seu lar em uma casa inteligente, quais dicas seguir e como melhorar a segurança dos seus dispositivos.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Você também pode transformar o lugar onde mora em uma verdadeira casa inteligente e nós vamos te ensinar como fazer isto. Se você quer usar a tecnologia para melhorar o seu conforto e comodidade, este é o guia ideal.

Continua depois da publicidade


Aqui, vamos mostrar como melhorar a segurança da sua casa inteligente com vários recursos, incluindo uma VPN (que você pode baixar grátis para seu PC ou configurar diretamente no roteador).

IoT e Casas Inteligentes

A IoT (Internet of Things ou “internet das coisas”) já é uma realidade, mas é importante entender um pouco sobre ela antes de transformar sua casa em um ambiente high tech.

Continua depois da publicidade


A IoT engloba todos os objetos capazes de se conectar a uma rede e também qualquer software que permita a interação entre eles, os usuários e outros dispositivos. A IoT exerce um papel essencial na automação industrial, mas também é usada para uma infinidade de aparelhos domésticos.

Vantagens de uma casa inteligente

Há muitos pontos positivos para tornar sua casa inteligente, e nós separamos algumas das principais razões para investir em recursos e sistemas inteligentes:

  • Mais conforto: usar dispositivos inteligentes no seu lar garante mais comodidade, conforto e praticidade para você e sua família, automatizando atividades e processos, o que garante mais tempo para relaxar e se divertir com quem realmente importa;
  • Mais segurança: uma casa inteligente possui mecanismos adicionais de segurança, como sensores de presença, sistemas de alarme, monitoramento por câmeras, iluminação automática e alertas por aplicativo. Há várias opções que dão mais segurança para você, sua casa e sua família;
  • Menos impactos no meio ambiente: com otimização de recursos e menos desperdício, uma casa inteligente é uma das melhores formas de viver em melhor harmonia com o meio ambiente e com o planeta como um todo, contribuindo para um mundo mais saudável para as futuras gerações;

Mais economia: uma casa inteligente diminui gastos de eletricidade otimizando recursos de energia e uso de água, por exemplo, o que reflete de maneira positiva nas suas finanças;

Como construir uma casa inteligente

Tornar o espaço onde você vive em uma casa inteligente (smart home) abre um mundo de possibilidades e torna seu dia a dia mais fácil. Você pode construir uma casa inteligente com planejamento e recursos adequados.


Apesar de ser muito útil ter um nível avançado de conhecimento em tecnologia, você não precisa ser especialista, desde que você siga alguns preceitos básicos e dicas importantes.

Defina seu orçamento

Antes de comprar um monte de aparelhos inteligentes, defina bem o orçamento que você pode usar para investir no aprimoramento da sua casa. Muitos dispositivos inteligentes são bastante caros e podem não ser acessíveis à maioria das pessoas, mas há versões similares por preços bem mais em conta.


Pagar mais nem sempre significa mais qualidade. Primeiro, defina alguns aparelhos mais essenciais e que sejam mais importantes e pesquise as alternativas de mercado e, claro, procure pelas análises dos consumidores e especialistas. 


Criar uma casa inteligente não é uma tarefa fácil, mas não precisa custar uma fortuna.

Invista em segurança

Segurança é essencial para tudo, e com uma casa inteligente isto não é diferente. Como os dispositivos se conectam à internet, é preciso ter ainda mais atenção em relação à segurança digital.


Imagine que as senhas de acesso do seu sistema de travamento de portas caia nas mãos de criminosos, ou que eles tenham acesso às câmeras que ajudam a monitorar crianças ou até mesmo para gravar e observar suas conversas. Felizmente, há várias formas de se proteger contra este tipo de vulnerabilidade.


Por padrão, dispositivos inteligentes vêm com credenciais de fábrica, então é uma ótima ideia mudar as senhas de acesso para senhas personalizadas e fortes. Quanto menos óbvias, melhor.


Também é essencial proteger sua rede Wi-Fi. Crie uma senha forte para ela e mude a senha padrão oferecida pelo seu provedor de internet. 


Outra dica interessante é usar um bom programa VPN. Eles ajudam a criptografar a sua conexão e dar mais proteção para a sua rede. Há opções pagas, mas também existem serviços gratuitos. Você pode baixar uma VPN grátis para PC ou smartphone, mas o ideal é configurar uma VPN direto no seu roteador para proteger todos os dispositivos conectados na sua rede.

Com ou sem fio

Definir se seus dispositivos serão conectados por fio (wired) ou por Wi Fi ou outro recurso sem fio (wireless) também é um ponto importante. Para dispositivos conectados por fio, é importante contratar eletricistas e profissionais capacitados.


Isto pode gerar custos maiores. Se você prefere gastar menos, as opções sem fio dispensam este tipo de gasto. Entretanto, conexões por fio são mais estáveis, então pode ser um gasto útil se este fator for importante.


Aparelhos sem fio são mais viáveis em termos de custos e podem se comunicar pela rede Wi-Fi transmitida pelo seu roteador. Eles também podem ser controlados por aplicativos no smartphone ou tablet. Há mais dinamismo também, já que fica mais fácil de fazer qualquer mudança no posicionamento deles.


Economia de dinheiro e energia

Investir em uma casa inteligente pode parecer um luxo ou um gasto extravagante, mas há muitas tecnologias que ajudam a economizar dinheiro, principalmente com gastos com conta de luz, por exemplo.


Isto acontece pelo uso mais otimizado de dispositivos, controle de iluminação (ativando e desligando lâmpadas em horários programados, por exemplo) e de temperatura (monitorando o uso de ar-condicionado ou de aquecedor).


Há opções avançadas que detectam quando as janelas estão abertas e servem para ajustar, ativar ou desativar recursos de resfriamento ou aquecimento de acordo com a temperatura detectada.

Priorize o que é mais importante

Para a maioria das pessoas, comprar uma série de aparelhos não é algo simples. Então, vale a pena priorizar o que você quer automatizar: iluminação, aquecimento, sistemas de travas, automação de eletrodomésticos, independente do que for, é importante separar o que é prioridade e o que é secundário.


Comece pelo essencial e expanda a sua casa inteligente aos poucos, ampliando mais funcionalidades e praticidade ao seu lar. Agora que você sabe como investir melhor na criação de uma casa inteligente, coloque seus conhecimentos em prática e veja os efeitos benéficos de ter uma casa com o que a tecnologia pode oferecer de melhor.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade