27/05/20
33º/20ºLONDRINA
Auto

Dicas para manutenção e compra de peças do carro

Realizar a manutenção no veículo, bem como comprar peças do carro, pode gerar transtornos se o motorista for desatento. Veja como garantir que esses procedimentos sejam realizados com segurança!

A manutenção de um carro nem sempre pode ser uma tarefa fácil, mesmo em se tratando da compra de uma simples peça. Por não saberem realizar todo esse processo, de um modo econômico e ao mesmo tempo confiável, muitos donos de veículos acabam tendo dores de cabeça.


Além disso, correm o risco de vir até a danificar mais o automóvel. Mas, como realizar essas tarefas de modo que não gere mais transtornos inesperados? Confira algumas dicas!

Pixabay
Pixabay


Dicas para manutenção do carro

Existem alguns passos que valem a pena ser conferidos para que o problema possa ser evitado antes mesmo de acontecer, se for possível. Caso contrário, verificar alguns pontos pode fazer com que o ocorrido seja solucionado da melhor forma.
Em casa ou em um mecânico de confiança, é importante verificar:

• Água do radiador: olhar diariamente.
• Luz de freio: trocar lâmpadas queimadas.
• Higienização do ar condicionado: usar produtos específicos.
• Filtro de ar: para não causar um entupimento do sistema de alimentação, considere substituí-lo regularmente.
• Óleo do motor: Checar e realizar a troca regular.
• Palhetas do limpador: verificar o estado delas, frequentemente, bem como a água do limpador.
• Escapamento: realizar uma inspeção a cada seis meses.

Veja mais!

1. Verificar o consumo de combustível

Se o seu veículo começar a consumir combustível além do normal, muito provavelmente isso pode indicar um possível problema. A causa pode ser simples de verificar, como bicos injetores sujos, a obstrução de um filtro de ar ou até mesmo desgaste de peças fáceis de trocar.

O importante é que assim que perceber algum desses fatores, deve-se realizar uma revisão para que problemas maiores sejam evitados.

2. Revisões


Realizar revisões periódicas pode fazer com que problemas agravantes sejam evitados na manutenção do seu carro. Mesmo que algumas peças possam apresentar certos desgastes e venham a ser substituídas por outras, ainda assim a sua preocupação será menor.

Se essas revisões forem sempre realizadas conforme a recomendação dos fabricantes, o seu carro estará sempre em pleno funcionamento, ajudando na preservação do meio ambiente e gerando economia ao seu bolso com gastos maiores.

Dicas para peças do carro

Pixabay
Pixabay


Comprar peças de carros e focar em economizar requer muita atenção. Embora isso seja realizado por qualquer pessoa, é importante se atentar para não cair em roubadas.

Com algumas medidas é possível comprar peças de qualidade e economizar neste custo. Anote algumas dicas!

1. Peças similares


Existem peças similares que são feitas por outras empresas que possuem certificações e seguem alguns padrões de qualidade, semelhantes às peças originais fabricadas nas montadoras.

Nesse caso, elas têm um preço mais econômico pelo fato de não possuir o símbolo da montadora e acabam sendo uma boa opção para quem prefere gastar menos, sem que haja perda na segurança e qualidade.

Porém, deve-se adotar alguns cuidados como observar se existem selos de certificações, número de série na peça e avaliação de outros usuários e profissionais que já adquiriram estes produtos alguma vez.

2. Peças usadas

Outra opção bastante comum é a compra de peças usadas. Geralmente elas costumam sair bem mais em conta, se comparada com peças novas, fazendo com que haja até 50% de economia em alguns casos.

Porém, essa prática exige alguns cuidados, pois as peças usadas que foram recolocadas podem não estar em perfeitas condições. Estas podem não oferecer a qualidade necessária, podendo vir a ocasionar transtornos maiores para o comprador.
Esse tipo de compra é indicado quando existe a necessidade de substituir um item por questões estéticas, como um para-choque ou volante, já que nesse caso não haverá nenhum risco de segurança a ser comprometido. Além disso, é fundamental recorrer apenas a locais licenciados.

Como comprar peças do carro?

Uma forma de comprar peças com o melhor preço é em lojas online, já que é mais fácil pesquisar e comparar os valores. Essa economia acontece porque as lojas virtuais não possuem maiores despesas com funcionários e espaço físico, se comparadas com as lojas físicas.

E isso impacta diretamente no baixo preço oferecido aos consumidores. Mas, não basta comprar no primeiro site que encontrar, já que existem certos riscos, como não receber o produto ou recebê-lo com defeito.

Para que isso não venha a acontecer e você possa fazer uma compra segura, pesquise em sites confiáveis, que sejam recomendados por pessoas que já compraram. Além disso, procure por empresas especializadas para que possam sanar suas dúvidas.

Cuidado com as peças falsificadas

Pixabay
Pixabay


É importante verificar de antemão se a peça adquirida é original ou não. Mas esse trabalho fica mais difícil quando a compra é on-line. De acordo com o portal auto-doc.pt, é fundamental que o consumidor pesquise sites seguros para a compra de tubos de escape, discos, pastilha de freio, entre outros itens importantes para garantir a vida útil do seu carro.

Saiba que, em muitos casos, o valor cobrado pelo produto pode indicar se ele é ou não falsificado. Ou seja, se o preço estiver muito abaixo do oferecido por outros sites é um sinal de que algo está errado.

Algumas lojas online cobram um valor além, mas na maioria das vezes essa variação não é tão grande. Portanto, considere verificar se o preço do produto não foge a realidade.

Confira algumas dicas para não comprar peças de carro falsificadas em lojas físicas e on-line!

1. Atente-se ao número de série

Esse número é único e específico, impresso em sua superfície durante a produção. Para saber se ele é exclusivo, compare com outras peças do mesmo fornecedor ou faça uma busca na internet.

2. Inspecione

Olhe com cuidado a aparência do item, se atentando a possíveis imperfeições no acabamento. Assim, é possível descobrir marcas de adulteração, falhas de impressão e outras. E mais! É importante que a peça não apresente sinais de violação.

3. Confira a certificação

A certificação é um recurso muito importante e que somente peças originais possuem. Entre as entidades regulamentadores de reparação automotiva está o IQA (Instituto da Qualidade Automotiva. O selo precisa estar estampado na embalagem, sem danos.

4. Peça a nota fiscal

Se você não conseguir tal comprovante, pode aumentar as chances de que o produto seja de baixa qualidade ou falsificado, além do fato da sonegação de impostos. Atente-se para informações sobre local da compra e data, modelo, produto, série e marca.

Atente-se a essas dicas para manutenção e compras de peças de carro e evite prejuízos, bem como dores de cabeça!
Conteúdo de Valor Folha
PUBLICIDADE
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados