Pesquisar

Canais

Serviços

Verde botega e zebra no mesmo look. -
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
BELA MANCHETE

Tendências de moda 2022 e o que de fato vamos aderir!

05 mar 2022 às 12:12
Continua depois da publicidade

  Mesmo com a consciência de que a moda é cíclica- peças e cores que não se vê tanto hoje , podem voltar com tudo em outra época- e, advém de movimentos culturais e, sociais, como estar atentas às mudanças constantes das tendências de vestuário e acessórios?  

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


  Segundo grandes designers e, personalidades da moda, a respostas é: se manter atento aos grandes desfiles que são os criadores de tendências! Mas outra “solução” também, é estar de olho na mídia! Sim, pessoal, os veículos tradicionais- sites, jornal impresso, televisão- e, os contemporâneos- mídias digitais- têm o papel de levar até você o que o mercado da moda e da cultura, selecionaram como tendência...

Continua depois da publicidade


  E para abordar essa “seleção” de tendências, e saber de fato o que a brasileira vai poder aderir- levando em conta clima do Brasil e, também meio social- fomos conversar com a criadora de conteúdo de moda, Joyce Silva. “As redes sociais facilitaram o acesso às grandes tendências de moda. E, além de ser cíclica (hoje a grande maioria das peças vem de referências dos anos 80/90), a moda também sofreu influência do cenário pandêmico que ainda estamos vivendo”, lembra a influenciadora de Maringá.

 Mas de fato, quais são as tendencias que veremos muito nas mídias digitais? Joyce as listou para a gente. “Trago 5 tendências de moda para 2022 mega fáceis de se encaixar no nosso dia a dia, sendo que 3 delas surgiram na pandemia”. De acordo com Joyce, são elas: 

- Peças handmade (feitas à mão): com o isolamento social, muitos trabalhos manuais e artesanais criaram força! As peças de crochê viraram febre, não só na moda praia, mas para o look casual também, assim como os acessórios de miçanga (colares, pulseiras e até bolsas). É algo que pode facilmente ser encaixado no seu estilo, seja com um colar de miçanga ou um cropped de crochê; 

Continua depois da publicidade

- Moletom: As peças em moletom deixaram de ser básicas, ganharam cortes e cores diferenciadas para serem incluídas nos looks “home-office” da pandemia, e no street style também! Hoje você encontra conjuntos em moletom super modernos que você consegue incluir perfeitamente numa ocasião mais chiquezinha. 

 - Dopamine dressing: o termo é relacionado a dopamina que quando é liberado pelo nosso corpo provoca sensação de prazer e aumenta a motivação. A tendência Dopamine dressing trouxe cores vibrantes para a moda, para as roupas, calçados e acessórios para nos motivar a sair desse momento tão difícil que passamos na pandemia. Quem aí não reparou os mix de cores saturadas desfilando pelas ruas e estampadas nas vitrines? Se você tem medo de se jogar nos mix de cores, mas ama o colorido, inicie pelos acessórios, bolsas, cintos, calçados, você vai se apaixonar!

 - Verde Botega e print zebra: Ainda na pegada das cores, trouxe as duas últimas tendências para vocês porque elas ficam lindas juntas: a combinação do verde bottega e estampa de zebra.

“O verde bottega (tom bem usado na marca Bottega Veneta em seus calçados e bolsas) está super em alta, a coleção de inverno de algumas lojas de calçados e, bolsas, já inseriu esse tom por todo o canto! A estampa animal (onça, cobra, tigre, zebra) é atemporal, todo ano se faz presente, mas em 2022 deem atenção especial para a zebra que está fortemente presente nas peças de coleção outono/inverno, principalmente nas grandes lojas de departamento”, complementa a influenciadora.

 Mas claro que questionei Joyce sobre tendências que nem sempre são comerciais, ou que não são adotadas pelos consumidores. De acordo com a criadora de conteúdo de moda, essa percepção do que será adotado e o que não será depende de muitos fatores. “Sempre tem aquela tendência que a gente não investe, seja porque não se encaixa no nosso estilo ou porque não vale a pena o investimento para usar pouco tempo. Em 2022 as grifes lançaram algumas tendências que possivelmente não serão adotadas pela maioria. As plumas são uma delas, uma tendência que veio como detalhe em roupas, bolsas e calçados. Por ser algo muito pontual e extravagante, dificilmente caíra no gosto da maioria das mulheres. Outras duas tendências para esse ano que penso ser pouco funcional, seriam as botas de cano alto coloridas e as peças com tecidos brilhosos. Por serem itens que chamam bastante atenção, provavelmente a mulherada vai usar uma ou duas vezes e abandonar no armário”.

  E como entender se essas tendências tem a ver com a gente? Como saber se vale testar...? De acordo com Joyce, alguns passos ajudam você a entender o que fará sentido para você em seu dia a dia.  “Dica muito fácil que vai te ajudar na hora de escolher algo para incluir nas suas combinações- sendo tendências atuais ou não: quando for comprar algum item de moda pense em quantas combinações você consegue fazer com ele, se você facilmente consegue combinar 3 looks com uma blusa verde, por exemplo, você com certeza a usará por diversas vezes, e isso funciona com tudo, uma bolsa, um calçado. Óbvio que algumas vezes precisamos adquirir algo para uma ocasião muito específica que não será usada muitas vezes, neste caso, foque na sua autoestima e confiança, experimente a peça e se questione ela combina com você! Você está se sentindo bem e segura? " 


 E Joyce não parou por aí, ela deu dicas claras pra gente, em como fazer para ter looks práticos e que se encaixam em nossa rotina mais facilmente. “Primeira dica: organize seu armário! Deixe as peças da estação atual de fácil acesso, se você está no verão, por exemplo, separe as de inverno que você não vai usar por enquanto. Só o fato de você conseguir identificar facilmente suas peças no guarda roupa já vai te ajudar a selecionar melhor as peças! Segunda dica, tem peça que não usa mais de 6 meses, doe ou venda, só está ocupando espaço e, te deixando mais confusa na hora de montar um look. Outra dica: busque não comprar por impulso, se comparando, exigindo estar por dentro de tendências ou só porque está com preço bom! Tudo isso vai fazer com que você acerte cada vez mais ao adquirir alguma peça”.


 E por fim, Joyce destaca. “ Peças de alfaiataria sempre são bem vindas; prefira uma calça mom jeans do que a skinny; evite as calças de cintura baixa e invista nos modelos de cintura alta porque sempre vão te alongar; se jogue nas pantalonas elas te deixarão mega elegante! Aquilo que não for seu estilo ou não fazer parte daquela ocasião específica, evite! Tudo o que a gente veste comunica”.

 

 E fora todo esse know-how charmoso de Joyce Silva, pesquisamos muito no instagram e, percebemos que, os tons terrosos e os looks monocromáticos estão ainda em alta por lá. Adorei isso, pois amo um lookinho nude, bege e marrom...  

  E outra percepção que tivemos é que até o contexto social atual já tem sido determinante em nosso olhar para o consumo. O mundo está em constante transformação e, com certeza a Guerra entre Rússia e Ucrânia- fato histórico tão triste- influenciarão em coleções que estão por vir! Que não fiquemos alheios até aos acontecimentos mais tristes, a moda tem o papel de traduzir, de comunicar!

 E você levara em conta todas as dicas da Joyce Silva?

 E nos acompanhe e mande a sua indicação de pauta pelo nosso instagram @belamanchete .


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade