Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação

Mercado de consórcio de máquinas agrícolas cresce exponencialmente no Brasil

CV Bonde
04 abr 2022 às 09:33

O mercado de consórcios bateu recordes no ano passado. De acordo com a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), o número de consorciados ativos alcançou 8,51 milhões de participantes, o que representa uma alta de 7,4%.


Este aumento pelo interesse em comprar máquinas a partir de consórcio é percebido também pela Jacto Máquinas Agrícolas, empresa sediada em Pompéia/SP. 


De acordo com Guilherme Reis, responsável pelo Consórcio Jacto, houve aumento de 30% na aquisição de cotas de consórcio de maquinários de pequeno porte, com crédito médio em torno de R$ 65 mil, quando comparado com o ano anterior.  Já para máquinas maiores, da linha Automotriz, houve aquisição de 54,5% a mais de cotas no mesmo período. 


Para Guilherme, o que explica esse interesse é o aumento constante dos juros e a falta de crédito da linha Moderfrota, principal programa para aquisição de máquinas e implementos agrícolas do Plano Safra.


Lançado no mês de junho de 2021, o Moderfrota recebeu R$ 7,53 bilhões do Plano Safra, com juros de 8,5% ao ano, mas já no final de setembro a linha foi bloqueada devido à alta procura e rápido comprometimento dos recursos disponíveis. 


O Plano Safra 2022/2023 será divulgado em breve e começa a vigorar no dia 1º de julho um novo ciclo do Moderfrota, entretanto, a demanda pelo recurso é mais alta que a verba que será disponibilizada e a tendência é de que a execução de todo volume programado também tenha prazo de validade. 


“O consórcio traz diversos benefícios para o produtor rural. Um dos principais é que não tem influência com o mercado e as taxas de juros que tem subido a cada 45 dias, uma vez que os consorciados compartilham o valor de uma máquina através do pagamento de parcelas planejadas. Também porque como não está vinculado ao sistema financeiro, não impacta os limites junto a outras instituições.”, comenta Guilherme Reis. 


“Outro benefício é a vantagem do planejamento. O consorciado já sabe os valores das parcelas, assim como o prazo em que vai receber a máquina. Além disso, não descapitaliza o seu dinheiro, que pode ser investido em outras necessidades da propriedade”, reforça o especialista. 


Hoje a Jacto possui planos de 12, 24, 18 e 84 meses, com contemplações na sexta parcela no plano de 12 meses, primeira parcela grátis nos planos de 18 e 24 meses e pagamento de ½ parcela durante os 12 primeiros meses para o plano de 84 meses.


“A modalidade de consórcio tem crescido também porque a população ganhou mais confiança. O Banco Central passou a auditar, regulamentar e fiscalizar os grupos, além de criar regras específicas para esse tipo de venda. Especialmente no Consórcio Jacto, a contemplação não é para crédito, mas sim para a máquina, oferecendo uma garantia extra ao cliente de ter uma grande empresa por trás”, conclui Guilherme. 


No aplicativo Jacto Connect, disponível para celulares com sistemas Android e iOS, é possível encontrar informações sobre o Consócio Jacto.

Continue lendo

Últimas notícias