Pesquisar

Canais

Serviços

Emerson Dias/N.Com
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Confira o cronograma

População de Londrina tem até quarta-feira para finalizar obras nos cemitérios municipais

Redação Bonde com N.Com
25 out 2021 às 15:01
Continua depois da publicidade

A Acesf (Administração dos Cemitérios e Serviços Funerários de Londrina) reforça os prazos para a realização de construções, reparos, reformas e limpeza dos jazigos localizados nos cemitérios municipais de Londrina. Aqueles que estão fazendo obras de construção ou reforma nos túmulos devem finalizar os serviços até essa quarta-feira (27). Quem estiver pintando os túmulos têm até quinta-feira (28) para encerrar os trabalhos. Já a limpeza simples, com água e sabão, pode ser feita até, no máximo, na sexta-feira (29).

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Quem não conseguir terminar as obras dentro das datas estabelecidas poderá retomá-las no dia 3 de novembro. Isso porque, de 28 de outubro a 2 de novembro elas ficam proibidas, em atenção ao artigo 338, do Código de Posturas do Município de Londrina. “A intenção é que a população se atente às datas, para que o Município possa deixar todos os cemitérios organizados para a visitação, que deve ter aumento no final de semana e no Dia de Finados, quando muitos vão prestar suas homenagens aos entes queridos”, disse o diretor-técnico da Acesf, Ademir Gervásio de Souza Júnior.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Para a execução de obras nos cemitérios públicos municipais, o cidadão precisa retirar uma licença, antes de começar os trabalhos. Para isso, é preciso ter em mãos o nome completo, o CPF e o telefone do pedreiro ou pintor que vai executar o serviço. A guia de autorização de obras e serviços é entregue de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, na Divisão de Cemitérios da Acesf, que fica na Avenida Juscelino Kubitschek, 2.948. A Acesf cobra uma taxa de R$ 33,41 por serviço realizado.


Quem tiver alguma dúvida pode telefonar para (43) 3372-7881 ou (43) 3372-7850, mandar um e-mail para [email protected] ou acessar o site da autarquia (clique aqui). Não é necessário agendar horário para o atendimento.


Orientação para visitação – A estimativa da Acesf é que cerca de 100 mil pessoas devem visitar os cemitérios municipais de Londrina durante o fim de semana e o feriado de Finados, celebrado no dia 2 de novembro. Sobre isso, o superintendente da Acesf, Péricles Deliberador, disse que estará nos cemitérios com os servidores da autarquia, para ajudar a população. 

Continua depois da publicidade


“Nós vamos trabalhar de forma unida, organizando os serviços da Acesf, para que as pessoas que forem aos cemitérios municipais, encontrem os espaços limpos, seguros e sem aglomeração. Quem precisar de ajuda para encontrar a localização exata do jazigo poderá pedir ajuda para um servidor que estará no local”, contou Deliberador.


Durante o Dia de Finados, haverá servidores públicos auxiliando quem tiver dúvida sobre a localização exata do jazigo, por meio da consulta do local de sepultamento via sistema informatizado. Quem quiser consultar o local exato do sepultamento, basta entrar no site da Acesf e clicar no link “Local de Sepultamento”. A consulta é gratuita, rápida e fácil de ser realizada e para fazê-la é preciso ter o nome completo do falecido.


Durante a visita, a população deve obrigatoriamente usar máscara facial para entrar nos cemitérios municipais, higienizar as mãos com álcool em gel e evitar a aglomeração. Todos os portões dos 13 cemitérios cemitérios estarão abertos no dia 2 de novembro e terão álcool na entrada. A recomendação da autarquia é para que os adultos não levem crianças e que as pessoas que estão nos grupos de risco para a Covid-19 evitem ir no dia do feriado. “A pandemia continua, por isso pedimos a colaboração de todos os visitantes”, pontuou o superintendente da Acesf.


Quanto às flores, a autarquia lembra que é permitida a colocação de vasos de flores naturais, mas sem a embalagem plástica que os envolve. As plantas artificiais são proibidas, pois elas podem acumular água parada, que serve de criadouro para o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue.


Com relação às missas, às 9h, haverá uma celebração feita pelo Arcebispo Dom Geremias, no Cemitério Municipal São Pedro, que fica na Rua Prof. João Cândido, 1.114, no Centro. Nos outros cemitérios não haverá missa ou culto ecumênico para evitar aglomeração.

Continue lendo