Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Investimento de R$ 314,9 milhões

Engorda da praia de Matinhos é concluída

- Ari Dias/AEN
Redação Bonde com AEN-PR
19 out 2022 às 18:45
Publicidade
Publicidade

O Governo do Estado finalizou nesta quarta-feira (19) a obra do engordamento da faixa de areia em Matinhos, no Litoral do Paraná. A praia foi alargada em até 100 metros em uma extensão de 6,3 quilômetros (do Canal da Avenida Paraná até o Balneário Flórida). A engorda da praia é uma das etapas do Projeto de Recuperação da Orla de Matinhos, com investimento total de R$ 314,9 milhões.


A conclusão do serviço estava prevista para o próximo mês, de acordo com o cronograma elaborado pelo IAT (Instituto Água e Terra). Ao todo, foram depositados 3 milhões de metros cúbicos de areia, retirados do fundo do mar pela draga Galileo Galilei. O volume é equivalente a 220 mil caminhões.

Publicidade
Publicidade


“Esse é um projeto em parceria com a população do Paraná, que desejava essa obra. O encerramento do engordamento da areia é uma etapa vencida”, afirmou o secretário do Sedest (Desenvolvimento Sustentável e do Turismo), Everton Souza.

Leia mais:

Imagem de destaque
Mais praticidade

Instituto de Identificação de Cambé passa a funcionar no Sine a partir de segunda-feira

Imagem de destaque
Prevenção

Cambé aplica fumacê na região da UBS Novo Bandeirantes neste sábado (17)

Imagem de destaque
Estradas

Motorista, sem CNH, mata pedestre e deixa outra vítima ferida em Santo Antônio da Platina

Imagem de destaque
ENTRE SÁBADO E QUARTA DE CINZAS

Salvamentos no Litoral do PR teve aumento de 560%, com ausência de óbitos por afogamento no Carnaval



ENGORDA

Publicidade


Para o serviço de engorda foi utilizada um tecnologia complexa de dragagem, com uma embarcação com autotransportadora de sucção e arrasto. Este tipo de equipamento possui cisterna e propulsão própria, o que permite sua navegação até a chamada jazida de empréstimo, onde ela draga a areia, deposita em sua cisterna e, em seguida, manda o material pela tubulação, que está submersa e permanece em posição dinâmica para recalcar a areia até a praia, onde os tratores fazem o espalhamento na parte seca.


Acomodando 32 pessoas, a draga tem capacidade de 18 mil metros cúbicos em sua cisterna, e pesa em torno de 31,2 mil toneladas. Seu comprimento é de 166 metros, com potência de bomba de 3,4 mil KW ao arrastar e 14 mil KW ao descarregar. Na parte submersa, o próprio movimento das ondas se encarrega de fazer o espalhamento da areia. 

Publicidade


Nos balneários, foram recuperados 4,5 quilômetros de faixa de areia. Já na praia de Caiobá, entre o Canal da Avenida Paraná e o Pico de Matinhos, a praia ficou mais larga em 1,8 quilômetro e, neste trecho, já foi liberada para uso público. A areia nos balneários será liberada para a população após sua estabilização.


OUTRAS FRENTES

Publicidade


O Projeto de Recuperação da Orla de Matinhos também inclui obras de macro e microdrenagem para minimizar os impactos causados pelos efeitos de ressacas, maré alta e enchentes, que há décadas atingem bairros da cidade. 


Na orla da praia serão construídos dois guias-correntes (Canal da Avenida Paraná e Canal do Rio Matinhos), dois headlands (Balneários Riviera e Flórida) e um espigão (Praia Brava, na altura do Pico de Matinhos). Também haverá paisagismo e o replantio da vegetação nativa.


Pela dimensão das obras, o diretor de Saneamento Ambiental e Recursos Hídricos do IAT,  José Luiz Scroccaro, ressalta que o projeto completo ficará pronto em 2024. 


"Temos a micro e a macrodrenagem já iniciadas no Canal da Avenida Paraná, com 300 metros concluídos, e dessa altura até o Pico de Matinhos estão em andamento as obras urbanísticas, com ciclovia, pista de caminha e corrida, e acessibilidade. Queremos deixar esse trecho pronto para essa temporada também", afirmou.

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade