Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade

Polícia prende suspeito de envolvimento em ataque a escola de Cambé, afirma a Sesp

Luís Fernando Wiltemburg - Redação Bonde
19 jun 2023 às 20:25
- Gustavo Carneiro
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Um homem suspeito de envolvimento no atentado ao Colégio Estadual Professora Helena Kolody, em Cambé (Região Metropolitana de Londrina), foi detido no começo da noite desta segunda-feira (19), informou a Sesp (Secretaria Estadual de Segurança Pública) do Paraná. As investigações da Polícia Civil estão em andamento.


De acordo com a pasta, ele teria ajudado a organizar o ataque à escola na manhã desta segunda-feira, no qual a estudante Karoline Verri Alves, de 16 anos, morreu e seu namorado, da mesma idade, ficou gravemente ferido. Eles foram atingidos por disparos de arma de fogo de um ex-aluno, de 21 anos, que entrou no colégio com a desculpa de solicitar seu histórico escolar.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Imagem
Vítima de ataque em escola de Cambé era coroinha e namorava aluno atingido
A estudante Karoline Verri Alves, 16, vítima do ataque a tiros no Colégio Estadual Professora Helena Kolody, em Cambé, no norte do Paraná, era coroinha na paróquia Santo Antônio de Cambé


O adolescente segue internado em estado gravíssimo no Pronto-Socorro do HU (Hospital Universitário) da UEL ( Universidade Estadual de Londrina). Familiares e amigos aguardam a liberação do corpo de Karoline para iniciar o velório no salão paroquial da Igreja Matriz de Cambé e programam o sepultamento para o fim da tarde desta terça (20).

Leia mais:

Imagem de destaque
Norte Pioneiro

Donos de sítios são autuados em R$ 315 mil por destruição de vegetação de Mata Atlântica em Cambará

Imagem de destaque
Inacreditável

Mãe explorava filha de 13 anos por R$ 100 em motel; 3 são presos

Imagem de destaque
Desvio de doações

Jornalistas indiciados por 'escândalo do pix' movimentaram R$ 3,4 milhões em um ano

Imagem de destaque
Envolvimento com tráfico

Ataque a tiros em festa infantil deixa pai, filho e prima mortos em MG


Imagem
Caderno com anotações de atirador de escola de Cambé é apreendido pela PM
Durante coletiva de imprensa realizada em frente ao Colégio Estadual Professora Helena Kolody no final da manhã desta segunda-feira (1


Em entrevista coletiva, o secretário de Segurança Pública do Paraná, Hudson Leôncio Teixeira, disse que o autor dos disparos não tinha qualquer vínculo com os adolescentes baleados e que seu objetivo era fazer o maior número de vítimas.


A justificativa para o ato de violência seria o bullying que teria sofrido quando estudava no mesmo colégio, anos atrás. Ele também teria dito que o atentado era planejado desde 2020.

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade