02/04/20
32º/19ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Lucio Flávio
Lucio Flávio
04/12/2019 - 16:31
Imprimir Comunicar erro mais opções
O futuro presidente do Londrina, Felipe Prochet, embarca nesta quinta-feira (5) para uma viagem de negócios na Inglaterra. O dirigente vai "mostrar" o produto LEC para possíveis investidores do futebol.

O dirigente ficará oito dias na Inglaterra e na sua agenda estão reuniões com investidores interessados em investir no clube e visitas a grandes clubes do país. Prochet pretende conhecer e conversar com dirigentes do Tottenham e dos rivais de Manchester, City e United.

Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube
Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube


A viagem do presidente para a Europa surgiu após um convite de um representante de um grupo de investidores, que há alguns meses já vem conversando com o LEC, sobre uma possível parceria no futuro. Prochet quer aproveitar a viagem para visitar clubes e apresentar o Londrina para outros grupos que trabalham com o futebol.

Prochet viaja junto com João Fernando Zogheib, que possui uma empresa de gerenciamento de marcas e negócios ligados ao futebol e que já morou na Inglaterra e trabalhou na Premier League. Zogheib já participou de algumas reuniões no Conselho do LEC e apresentou possibilidades de parcerias fora do país, além de ser um entusiasta na transformação do LEC em clube-empresa. Zogheib tem trânsito livre em vários clubes ingleses.



Na semana passada, o City Football Group (CFG), empresa que controla o Manchester City e mais sete clubes, em países como Estados Unidos, Japão, Espanha e China, anunciou a compra de 65% das ações do Mumbay City, da Índia. De acordo com a imprensa internacional, o CFG quer agora investir em um clube brasileiro em 2020. O CFG é considerada a maior empresa controladora de clubes do futebol mundial, com um valor estimado em 5 bilhões de dólares.
02/12/2019 - 15:44
Imprimir Comunicar erro mais opções
O Maringá FC anunciou nesta segunda-feira (2) o seu novo treinador para a temporada de 2020. O ex-atacante Pachequinho vai comandar a equipe da Cidade Canção na Divisão de Acesso do ano que vem. O acordo com o técnico vai até o fim do Estadual do ano que vem. A Divisão de Acesso está prevista para começar em abril de 2020.

Divulgação/MFC
Divulgação/MFC


Junto com Pachequinho, chegarão os auxiliares técnicos Carlos Pacheco e Cláudio Alexandre Oliveira, o treinador de goleiros Higor Felliny, o preparador físico André Souza e o analista de desempenho Matheus Jaime. O Maringá começa a sua preparação para a próxima temporada em fevereiro.

Pachequinho iniciou a carreira de treinador nas categorias de base do Coritiba e dirigiu por algumas vezes o time principal do Coxa, sendo, inclusive, campeão Estadual em 2017. Em 2018, comandou o América (RN) e este ano trabalhou na Anapolina.

30/11/2019 - 20:03
Imprimir Comunicar erro mais opções
O Londrina fechou o ano de forma honrosa. A vitória por 2 a 0 sobre o Guarani neste sábado (30), no estádio do Café, não apaga o rebaixamento para a série C, mas pelo menos deixa um pouco de sorriso no rosto do torcedor alviceleste.

O Tubarão voltou a ganhar em casa depois de mais de dois meses com gols de Léo Passos, aos 38 minutos do primeiro tempo, e com Matheus Bianqui, aos 32 do segundo. Vitória em um jogo muito fraco e acompanhado por 611 testemunhas.

E vitória graças ao goleiro Matheus Albino, que voltou a condição de titular, de onde jamais deveria ter saído neste série B. Só mais um dos tantos erros do clube ao longo do Brasileiro. Albino fez pelo menos quatro milagres diante do Bugre.

Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube
Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube - Matheus Albino comemora o segundo gol do Londrina diante do Guarani
Matheus Albino comemora o segundo gol do Londrina diante do Guarani


E a vitória impulsiona o Londrina a procurar os tribunais em relação ao W.O. do Figueirense contra o Cuiabá. O clube entende que há margem para punição ao clube catarinense, que poderia ser rebaixado no lugar do LEC. Os dois times terminaram com apenas dois pontos de diferença - 39 a 41 -, graças ao empate do Figueira diante do Operário na última rodada.

O Figueirense só foi punido com uma multa de R$ 3 mil pelo STJD. O Londrina vai se apegar no segundo parágrafo do artigo 203 do CBJD "se da infração resultar benefício ou prejuízo desportivo a terceiro, o órgão judiciante poderá aplicar a pena de exclusão da competição em disputa".

A opinião geral de juristas esportivos é que as chances de uma nova punição ao Figueirense são remotas, mas que é possível convencer o tribunal que houve prejuízo a terceiros, no caso o Londrina, que foi rebaixado. Se a bola parou dentro de campo, vai seguir fora dele.

Se tivéssemos um futebol sério, uma equipe com um W.O. em uma série B de Brasileiro seria excluída automaticamente. Mas este não é o caso. Por outro lado, minha opinião é que sempre o resultado de campo seja respeitado. Mas, se há espaço jurídico para contestar, o Londrina tem o direito de tentar.
29/11/2019 - 15:07
Imprimir Comunicar erro mais opções
Em termos de organização e planejamento, o futebol brasileiro se supera a cada dia. A rodada do meio de semana do Campeonato Brasileiro foi responsável por mais uma bizarra dança das cadeiras de treinadores.

O Ceará, que na quarta-feira foi goleado pelo Flamengo, demitiu o técnico Adilson Batista, que na quinta-feira foi anunciado como novo treinador do Cruzeiro, que horas antes havia demitido Abel Braga.

Abelão, que já havia sido técnico do Flamengo no início do campeonato, foi demitido depois de ver o seu time perder em pleno Mineirão para o CSA. O clube alagoano foi surpreendido com o pedido de demissão do seu treinador. Para onde vai Argel Fucks? Ora, ora. Para o Ceará. Fucks, que inclusive já renovado seu contrato com o CSA para 2020.

Argel Fucks, que com a vitória do seu ex-time, ajudou o seu próximo clube, que continua fora da zona do rebaixamento, um ponto a frente do Cruzeiro. Entendeu a bagunça que é o futebol brasileiro? Pois é, uma bagunça institucionalizada.

Francisco Cedrim/RCortez/CSA
Francisco Cedrim/RCortez/CSA - Técnico Argel Fucks trocou o CSA pelo Ceará faltando apenas três rodadas para o fim do Brasileiro
Técnico Argel Fucks trocou o CSA pelo Ceará faltando apenas três rodadas para o fim do Brasileiro


E este tipo de situação não é privilégio da série A. Recentemente, algo parecido aconteceu na série B. Em poucos dias, Itamar Schülle foi demitido do Cuiabá e assumiu o Vila Nova, que por sua vez havia demitido Marcelo Cabo.

O ex-treinador do time goiano, então, foi anunciado pelo CRB, que havia demitido Marcelo Chamusca. Para dar continuidade ao círculo dos mesmos, advinha para onde foi Chamusca, somente um dia após deixar Maceió? Bingo! Para o Cuiabá, obviamente.

E tudo isso sob o olhar passivo da CBF. Quando a CBF irá criar uma legislação que proíba que os treinadores trabalhem em mais de um clube na mesma divisão, como acontece na Europa? Sinceramente, acho que nunca. Porque não há interesse de quem está no meio do futebol, inclusive dos clubes.
27/11/2019 - 13:50
Imprimir Comunicar erro mais opções
Se o ano dentro de campo termina com o rebaixamento para a série C confirmado, o Londrina não pode reclamar dos negócios fora das quatro linhas. A temporada foi produtiva quanto a negociação de jogadores. O clube conseguiu vender várias revelações ao longo de 2019, o que significou recursos importantes para o caixa do clube.

Alvo de muita reclamação por parte da torcida, que viu no desmanche do time uma das causas para a péssima campanha na série B, o Londrina comercializou sete jogadores ao longo do ano em um montante de R$ 8.795.000,00.

Alguns foram vendidos integralmente e outros o LEC ainda mantém percentuais econômicos. Os dados das negociações foram passados pelo próprio gestor Sérgio Malucelli, em entrevista coletiva na terça-feira (26).

Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube
Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube - Anderson Oliveira rendeu ao Londrina a maior negociação em 2019
Anderson Oliveira rendeu ao Londrina a maior negociação em 2019


O atacante Marcelinho foi vendido para Portugal por 25 mil euros - usando a cotação de hoje (27/11) - R$ 4,68 - ou R$ 117 mil. O jogador tinha contrato com o LEC só até o fim deste ano e já havia comunicado o clube que não iria renovar. Ou seja, poderia sair de graça ao final da temporada. O Alviceleste ainda ficou com 30% dos direitos econômicos do atleta.

Negociados 100% com o Portimonense de Portugal, Luquinha e Felipe Vieira renderam R$ 2,5 milhões aos cofres do Tubarão. O valor total foi dividido em cinco pagamentos. No caso do lateral, o Londrina repassou 30% do montante ao procurador do atleta, que é o seu sogro.

Anderson Oliveira, vendido ao mesmo clube português, foi a melhor negociação do clube na temporada. O atacante foi negociado por 500 mil euros - R$ 2,34 milhões. O pagamento foi parcelado em três vezes. O Sinop (MT), clube de origem do atleta, ficou com 15% do valor e outros 15% foram repassados ao procurador do atacante.

Leia também

A era Tencati fez mal ao Londrina

O Londrina seguiu a risca a cartilha do rebaixamento

O volante Romulo, que inicialmente foi por empréstimo ao Portimonense, foi negociado posteriormente em definitivo por 350 mil euros - R$ 1,63 milhão. O Londrina recebeu 200 mil euros à vista e os outros 150 mil serão pagos em maio.

Além destes, o Londrina vendeu 50% dos direitos econômicos do lateral Matheuzinho ao Flamengo por R$ 1,2 milhão, dividido em três pagamentos, e também comercializou 50% de Lucas Ramon com o Bragantino por R$ 1 milhão.



"Eu tenho sido muito cobrado pelas vendas dos jogadores, questionado para onde foi o dinheiro. As pessoas se iludem muito e não conhecem a realidade. O Londrina é um dos únicos clubes da série B que está com tudo em dia e não deve nada para ninguém. Se você não vender, você não consegue cobrir as contas do ano. Se juntarmos todas as negociações, o dinheiro da série B, da Copa do Brasil não dá para pagar as nossas despesas, que são de R$ 14 milhões por ano", desabafou o gestor.
Lucio Flávio
 
Formado em Comunicação Social/Jornalismo. Repórter da Rádio Paiquerê AM desde 1997 e da Folha de Londrina desde 2012. Participa de coberturas esportivas nacionais e internacionais



Sites Sugeridos
 
ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE