12/12/19
º/º
PUBLICIDADE
Kick Off
Kick Off
19/03/2019 - 13:01
Imprimir Comunicar erro mais opções
O futebol continua uma selvageria. Se a sociedade precisa evoluir – basta dar uma olhada nos acontecimentos horrorosos da última semana – na arquibancada, não é diferente. O racismo continua latente e se engana quem pensa que ele acontece apenas na Europa.

No Campeonato Boliviano, pela 10ª rodada, o atacante brasileiro Serginho, do Jorge Wilstermann, de 34 anos, recebeu diversos insultos racistas da torcida do Blooming, que jogava em casa no último domingo (17).

Depois de diversos insultos – como por exemplo "vem comer banana, seu macaco" - o jogador resolveu deixar o campo aos 40 minutos do segundo tempo. Vale dizer que ele reportou a situação ao árbitro por diversas vezes, que não conseguiu controlar a situação.

O técnico do seu time postou a imagem no seu Twitter, que já conta com mais de 435 mil visualizações.




O presidente da Bolívia, Evo Morales, manifestou sua solidariedade ao jogador em suas redes sociais.




Aqui abaixo, mais imagens da selvageria. Até quando viveremos numa sociedade como essa?


18/03/2019 - 17:28
Imprimir Comunicar erro mais opções


O jogo entre Atlético de Madrid e Barcelona, no domingo (17), pela 24ª rodada do Campeonato Espanhol, entrou para a história do futebol feminino com o maior público já registrado na história da modalidade para uma partida entre dois clubes.

O estádio Wanda Metropolitano ficou praticamente lotado e recebeu um público total de 60.739 torcedores. O Barça venceu o duelo histórico por 2 a 0. "Recorde histórico de público em um jogo de clubes! Hoje somos no Wanda Metropolitano 60.739 espectadores!", escreveu o Atlético de Madrid no Twitter.

Vários jornais esportivos do mundo exaltaram o feito em suas manchetes principais nesta segunda-feira (18).




Até então, o jogo com maior público entre clubes era entre o Dick Kerr's Ladies e o St. Helen's Ladies, em 1920 no Goodison Park, com 53 mil torcedores. Na final do Campeonato Mexicano do ano passado o público para o jogo entre Monterrey e Tigres foi de 51.211 expectadores.

Mas levando em conta o futebol feminino de seleções, a final do Mundial de 1999 vencida pelos Estados Unidos contra a China, levou 90.185 pessoas ao Rose Bowl de Pasadena, na Califórnia.


15/03/2019 - 14:07
Imprimir Comunicar erro mais opções


O gabonês Aubameyang foi o grande nome da vitória do Arsenal por 3 a 0 sobre o Rennes, que garantiu o time inglês nas quartas de final da Liga Europa. Além de dois gols, o atacante virou o personagem da partida ao utilizar a máscara do Pantera Negra para comemorar o seu último gol.




Não é de hoje que Auba mostra ser fã de super-heróis. Quando era jogador do Borussia Dortmund, o gabonês homenageou outros mascarados em seus gols. Como o Homem-Aranha e reeditou a dupla Batman e Robin, ao lado de Marco Reus.




Questionado após o jogo sobre a comemoração do personagem criado por Stan Lee, Aubameyang explicou os motivos pelos quais passou a usar a máscara do herói: "Eu precisava de uma máscara que me representasse. No Gabão nós chamamos a seleção de Panteras Negras do Gabão. Isso me representa", afirmou após o jogo. "Torcedores do Arsenal, Wakanda Forever, vocês já sabem".

Nos quadrinhos e no cinema, Pantera Negra é o defensor da nação escondida de Wakanda, um oásis de tecnologia e força protegida no coração da África.

14/03/2019 - 17:11
Imprimir Comunicar erro mais opções


De muito criticado no futebol brasileiro a mais nova contratação de um dos maiores clubes do mundo. Éder Militão foi confirmado nesta quinta-feira (14) como reforço do Real Madrid, que pagou 50 milhões de euros (R$ 215 milhões) ao Porto. Militão é o primeiro jogador a desembarcar no clube merengue após o retorno do técnico Zinedine Zidane.

O futebol é rico em transformar a carreira de jogadores em pouco tempo. A ascensão de Militão é meteórica. Há dois anos, nem havia estreado como profissional. Em 14 de março de 2018, atuava contra o CRB pela Copa do Brasil pelo São Paulo.





O Tricolor também se deu bem no negócio. Quando vendeu o jogador ao Porto por sete milhões de euros (R$ 30 milhões), o São Paulo manteve 10% dos direitos econômicos do atleta e ainda vai receber pelo mecanismo de solidariedade da Fifa por ser o clube formador. No total, o Tricolor vai receber R$ 29 milhões.

Aos 21 anos, Militão passou a chamar atenção do Real pelos bons momentos no Porto - foram apenas meses em Portugal, com 34 partidas e três gols - e também pelas recentes convocações para a seleção brasileira.
13/03/2019 - 07:39
Imprimir Comunicar erro mais opções
Se o blog fosse inventar uma máxima para o futebol atual, seria: não provoque Cristiano Ronaldo. Ontem, mais uma vez, o cara foi decisivo - fez 3 gols - e mais uma vez mandou o Atlético de Madrid de volta para casa pela Liga dos Campeões, mas agora com a camisa da Juventus.

Na semana passada, após a partida em que o Atlético venceu a Juve em casa por 2 a 0 e teoricamente tinha encaminhado bem a classificação para as quartas de final, o técnico Diego Simeone provocou a Juve com esse gesto abaixo.




O técnico, claro, foi multado pela organização em 20 mil euros. Mas o pior: deixou CR7 'no veneno' para fazer o que fez ontem. No final do jogo, pós hat-trick e virada impressionante, Ronaldo relembrou a provocação de Simeone e mandou essa daqui. Na internet, a galera vibrou forte. A multa provavelmente também vai chegar para o português, mas sinceramente, acho que ele não está nem aí. Alguns diriam que a vingança é um prato que se come frio.


Kick Off
 
Os jornalistas Lucio Flávio e Victor Lopes trazem as novidades do futebol internacional e o que de melhor acontece no mundo da bola. Do Real Madrid ao Carabobo, além da presença dos jogadores brazucas nas ligas pelos quatro cantos do planeta, tudo vira notícia aqui de forma descontraída e interativa.



ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE