21/04/18
27º/16ºLONDRINA
 -
 -
05/01/2018 - 16:30
Imprimir Comunicar erro mais opções
Olá, pessoal!
Tudo bem?
A receita de hoje é de um tender!
O tender é, no fundo, um pernil defumado de porco - uma espécie de presunto, no final das contas.
Você, geralmente, pode comprar tenders já desossados (chamados, muitas vezes, de "bolinha), pré cozidos e temperados - mas também pode conseguir tenders ainda com osso (o que deixa a carne mais suculenta) e fazer o seu próprio tempero.
Hoje ensinamos como preparar o tender bolinha no forno, acompanhado de um molho especial, que garante um contraste interessantíssimo de sabores.
A boa notícia é que, nessa época do ano, passadas as festividades de natal e réveillon, você encontrará tenders com excelentes preços sem muita dificuldade.
Vamos lá!

Ingredientes:

1 tender
600ml de suco de laranja
1 colher de gengibre fresco ralado finamente
2 colheres (sopa) bem cheias de açúcar
5 colheres (sopa) de vinagre balsâmico
15 cravos da índia
suco de 1 limão
casquinha de 1/2 limão (apenas a parte verde, fatiada finamente) ferventada

Modo de Fazer:

Coloque todos os ingredientes, com exceção do tender, em uma panela (preferencialmente que não seja de alumínio, nem de ferro, para preservar a cor), e deixe ferver, mexendo às vezes, até "dar ponto". Reserve.

Faça cortes superficiais no tender, para formar quadrados de aproximadamente 1cm de lado. Coloque em uma travessa ou assadeira não muito grande, envolto em papel alumínio. Adicione o molho e feche (você pode fazer uma "tampa", para facilitar depois). Leve ao forno pré-aquecido em fogo médio-baixo, por 40 minutos; vire o tender e deixe no forno por mais 20 minutos.

Tire o tender do forno e recolha o molho na "trouxinha" de papel alumínio. Fatie o tender e sirva acompanhado do molho.

Você também pode decorar o tender fatiado com frutas em calda, ou com tomates ao forno, por exemplo.


É isso aí, pessoal!
Você pode substituir o açúcar do molho por mel também, e fica bastante interessante.
Também é possível testar ervas aromáticas nesse molho (como alecrim, por exemplo).
Uma dica importante (e que serve para muitos pratos) é a seguinte: você deve sempre utilizar o lado "espelhado" do papel alumínio para dentro, deixando a parte "fosca" para fora. Isto, porque o lado "espelhado" ajuda a concentrar o calor lá dentro do embrulho.
Como sempre, estão todos convidados a participar.
Para ver outras receitas e resenhas, dê uma olhada no nosso índice, e também curta nossa fanpage para ficar sempre a par das novidades que trazemos para cá, e de outras notícias, sugestões e curiosidades que compartilhamos diariamente apenas por lá mesmo.
Um abração e "inté",

Thiago "Virgulino"
04/09/2017 - 11:00
Imprimir Comunicar erro mais opções
Olá, pessoal!
Tudo bem?
Nem vamos mais explicar as prolongadas ausências e nem tentar prometer uma frequência qualquer de postagens.
Quando dá, a gente aparece por aqui!

O post de hoje é uma resenha (como sempre, nossas impressões pessoais, apenas) sobre um lugar que conhecemos meio por acaso e que consideramos interessante, o Mexicolombia!


Passamos sempre ali pela frente, e o lugar já parecia muito agradável - um daqueles barzinhos que a gente às vezes encontra na beira do mar!
Pensando na possibilidade de que o restaurante trabalhasse com o famoso "arroz de coco", bem tradicional da Colômbia, decidimos parar lá no começo de uma noite de domingo.
O ambiente é simples, mas decorado com objetos típicos interessantes e as mesas externas, como já dissemos, lembram mesmo aqueles barzinhos de praia onde é tão gostoso parar para uma cerveja no final da tarde.



O menu tem opções colombianas e mexicanas de porções individuais, e os preços abaixo são de setembro de 2017.



Nesta nossa primeira visita, decidimos provar os burritos (tradicional lanche mexicano, consistente em tortillas enroladas e recheadas; no caso do Mexicolombia o recheio é a base de carne e frango); e o patacón mixto (uma base de massa de banana verde frita, coberta por um recheio de carne e frango, com abacaxi em cubos, queijo e um molho especial); tudo muito gostoso!



A conta, para quatro pessoas, totalizou R$ 114,00 - aí incluídas quatro porções individuais, duas cervejas de 600ml (que não estão no cardápio, mas que o pessoal da casa providencia se você perguntar) e a taxa de 10% (que é opcional).
A casa é administrada em família. Inicialmente, fomos atendidos pelo Camilo, que explicou com calma cada um dos pratos do cardápio e tudo mais. A cozinha é administrada pelo pai dele, o Sebástian, que depois também foi conferir se estava tudo certo e se a comida e o serviço tinham agradado. Ambos são muito atenciosos e simpáticos.
O Mexicolombia fica localizado em Londrina-PR na Rua Guararapes, 251, e funciona de terça a sexta-feira no almoço (das 11:00 as 15:00h) e no jantar (das 17:00 as 22:00h), e aos sábados e domingos das 11:00 as 23:30h. O telefone para contato é (43) 3301-6605. Durante o dia, também funciona uma padaria colombiana, que conta com pães e doces especiais, e com o café colombiano, conhecido mundialmente pela qualidade diferenciada.


O restaurante não tem estacionamento próprio, mas também não é difícil encontrar lugar para parar por ali. Não há espaço kids, mas ficamos em uma mesa bem espaçosa e a nossa pequena gostou bastante do recheio do patacón. A casa aceita cartões de crédito.

É isso aí, pessoal!
Esperamos que a resenha seja útil para quem estiver procurando informações sobre o lugar, e que mais gente se anime a conhecer esse pedacinho da América Latina aqui em Londrina.
Como sempre, estão todos convidados a participar, inclusive com material próprio que a gente edita e traz para cá, sempre dando os respectivos créditos.
Para ver outras resenhas e receitas, explicadas passo a passo, dê uma olhada no nosso índice, e também confira nossa fanpage para ficar sempre a par das novidades que trazemos para cá, e também de outras notícias que compartilhamos apenas por lá mesmo, bem mais frequentemente.
Um abração e "inté",

Thiago "Virgulino"
08/03/2017 - 11:00
Imprimir Comunicar erro mais opções
Olá, pessoal!
Tudo bem?
Depois de um prazo razoável de "jejum", temos uma nova postagem.
Pode ser que nada justifique ausências tão prolongadas - mas acredito que uma breve menção aos desafios diuturnos da advocacia, da docência no ensino superior e da paternidade ajudem a entendê-las!
A receita de hoje leva carne suína e manga bem madura. Para equilibrar os sabores, também juntamos um elemento mais ácido (vinagre) e, para desafiar o paladar um toque (sutil) de alecrim.
É bem verdade que a receita pode ser meio de "temporada", por conta de a manga ser um ingrediente essencial - mas também é verdade que nas grandes cidades você encontra essa fruta nos supermercados quase durante o ano inteiro.
Vamos lá!

Ingredientes:

600g de carne suína em cubos
1 manga madura picadinha
3 cebolinhas pequenas cortadas ao meio
alecrim
vinagre balsâmico
azeite
sal temperado

Modo de Fazer:

Tempere a carne com o sal, o alecrim e um fio generoso de azeite. Deixe descansar por 30 minutos.


Aqueça uma panela anti aderente, junte a carne e sele bem.
Quando a carne estiver selada, abaixo fogo junte a cebola, tampe a panela e deixe cozinhar.


Quando a carne estiver cozida e bem refogada, junte a manga e um fio de vinagre, e tampe a panela novamente.


Deixe cozinhar por mais cinco minutos. Mexa bem para deixar homogêneo, prove o tempero.
Está pronto!



E fica realmente muito interessante, pessoal!
O aroma já é um bom convite para a mesa; e as texturas e o sabor também não decepcionam.
Se você não tiver cebolinhas pequenas, pode usar uma cebola grande cortada em pétalas, sem grandes prejuízos.
Como sempre, estão todos convidados a participar - inclusive enviando suas próprias contribuições, que a gente edita e traz para cá, conferindo a respectiva autoria, sempre, é claro.
Para ver outras receitas e resenhas, dê uma olhada no nosso índice, e também curta nossa fanpage para ficar sempre a par das novidades que trazemos para cá, além de outras notícias, sugestões e curiosidades que compartilhamos apenas por lá mesmo, quase diariamente.
Um grande abraço a todos e "inté",

Thiago "Virgulino"
06/01/2017 - 20:45
Imprimir Comunicar erro mais opções
Olá, pessoal!
Tudo bem?
A receita de hoje é de um molho para acompanhar carnes, que é simples de se fazer, conta com ingredientes bem baratos e fica realmente delicioso. A contribuição foi de minha mãe, a Dagmar.
Vamos lá!

Ingredientes:

1/2 cenoura
1 tomate
1/2 cebola pequena
1 limão (apenas o suco)
1 colher (sobremesa) de azeite
sal temperado

Modo de Fazer:

Bata todos os ingredientes no liquidificador, até ficar homogêneo.
Está pronto!

E fica realmente delicioso, pessoal!
O molho pode acompanhar as mais diversas carnes, e fica muito bom com churrasco.
Você pode variar, conforme o seu gosto, acrescentando ervas aromáticas, ou mudando a variedade de limão, por exemplo (nós usamos o limão siciliano, geralmente).
Como sempre, estão todos convidados a participar.
Para ver outras receitas e resenhas, dê uma olhada no nosso índice, e também curta nossa fanpage para ficar sempre a par das novidades que trazemos para cá, além de outras notícias e curiosidades que compartilhamos diariamente apenas por lá mesmo.
Um abração e "inté",

Thiago "Virgulino"
05/01/2017 - 16:25
Imprimir Comunicar erro mais opções
Olá, pessoal!
Tudo bem?
A receita de hoje é uma colaboração de meu colega Márcio Fernando Rodrigues!
A sacada do Márcio foi pegar uma das variações da já bastante difundida macarronada na panela de pressão e fazer uma adaptação pessoal para a panela de arroz - aquela panela elétrica!
Vamos lá!

Ingredientes:

500g de carne moída
2 tomates picados
1 cebola picada
2 dentes de alho amassados
Sal e pimenta a gosto
1 lata de extrato de tomate
1 lata de creme de leite
Meio pacote de macarrão tipo parafuso
100g de queijo mussarela fresco

Modo de Fazer:

Tempere a carne moída com o alho, a cebola, o sal e a pimenta do reino.
Em seguida, frite-a na panela de arroz.
Junte os tomates picados, meia lata de extrato de tomate e 2 xícaras de água e deixe-a cozinhar.
Quando o molho estiver evaporado um pouco, acrescente mais um pouco d'água e espere o cozimento da carne.
Após o molho ficar pronto, acrescente o macarrão e deixe cozinhando até o desligamento da panela de arroz. Misture o creme de leite e despeje o macarrão em uma fôrma.
Cubra com as fatias de queijo e leve ao forno para gratinar.

É isso aí, pessoal!
A receita é prática, muito interessante e parece deliciosa!
Fica registrado nosso agradecimento ao Márcio, e também o convite a todos para que enviem suas próprias contribuições - assim nosso menu fica muito mais completo!
Para ver outras receitas e resenhas, dê uma olhada no nosso índice, e também curta nossa fanpage para ficar sempre a par das novidades que trazemos para cá e também de outras notícias e curiosidades que compartilhamos apenas por lá mesmo, diariamente.
Um abração e "inté",

Thiago "Virgulino"
Thiago Caversan Antunes
 
Paulista radicado em Londrina desde o ano 2000. Graduado em Direito, especialista em Direito Civil e Processo Civil e mestre em Direito Negocial. Professor universitário e advogado. Autor de diversos artigos e capítulos de livros. Tem a gastronomia como hobby, e criou, em 2012, com a colaboração de sua companheira, Dani Manfiolli, o blog "Cozinha do Virgulino", onde divulga receitas explicadas "passo a passo" e resenhas sobre bares, restaurantes, vinhos, ingredientes e técnicas culinárias.



ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE